Esquiva Falcão rebate críticas por aceitar luta contra ex-BBB

Na entrevista de divulgação do evento 'Fight Music Show', o medalhista olímpico alegou que aceitou enfrentar Yuri Fernandes 'pelo bem da nobre arte'

E. Falcão encara Y. Fernandes na coletiva de imprensa antes do combate Foto: Instagram/ @fightmusicshow

Medalhista olímpico e prestes a disputar o cinturão da IBF (Federação Internacional de Boxe), o brasileiro Esquiva Falcão recebeu muitas críticas por aceitar enfrentar o ex-BBB Yuri Fernandes no evento ‘Fight Music Show. Em sua conta oficial no ‘Twitter’, o lutador capixaba se justificou, alegando que esse combate trará ‘coisas boas’ para a nobre arte no Brasil.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“A minha luta contra o Yuri ex-BBB não vai agregar nada no meu currículo de boxeador. Tenho certeza que a nova geração que ainda não conhece o Esquiva Falcão, os fãs do Whindersson (Nunes) vão passar a acompanhar mais o boxe. Esse evento vai trazer coisas boas para a nobre arte no Brasil”, escreveu Esquiva.

O capixaba elogiou o evento ‘Fight Music Show‘ e disse que não pretende aliviar para Yuri Fernandes, seu adversário no próximo dia 30 de janeiro.

PUBLICIDADE:

“Esse evento no Brasil vai agregar muito para todos. Os fãs vão amar o Fight Music Show. Só quero dar meu show e mostrar porque eu aceitei esse convite. Quando eu subo em cima do ringue, eu não quero saber quem vai estar do outro lado. Ele subiu, é meu adversário e não meu amigo”, finalizou o brasileiro.

Aos 32 anos, Esquiva Falcão aguarda a definição de quem será o seu adversário pelo título mundial da IBF. O atual dono do cinturão, o cazaque Gennady Gennadyevich Golovkin enfrentará o japonês Ryota Murata ainda sem data definida. O vencedor do confronto, irá ser desafiado pelo brasileiro.

Podcast #69: Alex Poatan brilha e Adesanya sai vaiado no UFC 276