Com possível despedida de Ngannou do UFC, Gane sugere que rival siga na organização para revanche

Em atrito com a empresa, campeão dos pesados realizou a última luta em seu contrato neste sábado; ‘gigante’ cobra melhores pagamentos

F. Ngannou (esq.) derrotou C. Gane (dir.) no UFC 270. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de unificar o título e assumir o trono absoluto dos pesados (até 120,2kg.) no UFC 270, Francis Ngannou pode ter dado adeus à organização. Após cumprir a última luta em seu contrato e em atrito público com a empresa, o ‘gigante’ ganhou um apoiador para sua permanência. Derrotado pelo franco-camaronês neste sábado (22), Ciryl Gane fez coro para que o oponente siga na organização.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Não quero que ele (Ngannou) deixe o UFC desse jeito. Eu quero a minha revanche. Quero esse confronto novamente, no tempo certo”, afirmou o francês, em coletiva após o evento.

Considerado um dos atletas mais temidos na história recente dos esportes de combate, Francis não esconde sua insatisfação com o UFC. Nos últimos meses, o campeão tornou pública suas críticas à empresa e chegou a garantir que não voltaria a lutar pelo mesmo pagamento que recebia nas últimas apresentações.

PUBLICIDADE:

A situação se agravou depois que o ‘gigante’ foi criticado pelo presidente do Ultimate. Na semana do UFC 270, Dana White pediu foco ao franco-camaronês, que tornava clado seu interesse em realizar uma superluta de boxe contra o campeão mundial dos pesados, Tyson Fury.

Neste fim de semana, Francis calou parte dos céticos que acompanharam o evento. Com estratégia perfeita, o atleta mostrou evolução e anulou a técnica de Gane, que, até momento do show, estava invicto em 10 compromissos no MMA.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano