AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Cormier elogia Jones, mas alerta sobre perigo de ‘confiança excessiva’ após luta entre Ngannou e Gane

DC afirma que 'Bones' pode vencer os protagonistas do UFC 270, mas precisa concentrar no alto nível para que consiga conquistar o cinturão dos pesados

D. Cormier (foto) é ex-campeão do UFC. Foto: Reprodução Facebook UFC

E a rivalidade amenizou. Já aposentado, Daniel Cormier não deixa de comentar sobre a possível estreia de Jon Jones na divisão dos pesados (até 120,2kg.) e falou sobre os recentes comentários do ‘Bones’, que criticou o nível de atuação entre Francis Ngannou e Ciryl Gane no UFC 270 do último sábado (22).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista à ‘ESPN’ norte-americana, DC ressaltou que Jones precisa ter cuidado com as palavras e concentração para que não se exceda na confiança e expectativa de sucesso na categoria liderada por Ngannou.

“Pensei comigo mesmo que talvez Jones possa derrotar (Ngannou) e o vi dizer que a luta (entre Francis e Ciryl) dá confiança, mas é melhor desacelerar, porque o que vimos do Ngannou no sábado não foi o que estamos acostumados. Foi um cara capaz de se ajustar rapidamente – algo que não fazia antes – e ainda manter o cinturão”, disse Cormier.

PUBLICIDADE:

Atento à divisão dos pesados mesmo que já tenha ‘pendurado as luvas’, Daniel ainda falou sobre o futuro do antigo algoz. Ele, inclusive, acredita que Jones possa vencer Ngannou e Gane, em eventuais disputas no futuro.

“Tenho menos certeza de que os dois venceriam Jon Jones. Em última análise, Jones é um competidor de alto nível e, quando você dá a oportunidade para o competidor se mostrar, ele se sente mais invencível do que jamais se sentiu na vida. E não sou de elogiá-lo facilmente. Ele é bom lutador e está trabalhando com Henry Cejudo. Para uma eventual luta, Jones vai ter um plano de jogo magistral. ele vai ter tudo para se dar a melhor oportunidade de vencer uma luta contra o campeão”, concluiu.

PUBLICIDADE:

Rivalidade entre Jones e Cormier

Jones e Daniel se enfrentaram por duas vezes na divisão dos meio-pesados, protagonizando uma das maiores rivalidades da história recente do MMA. Na primeira vez que trocaram forças, em 2015, DC acabou derrotado na decisão unânime dos juízes.

PUBLICIDADE:

Os dois deveriam ter se enfrentado em uma revanche em 2016, mas Jon acabou flagrado em um exame antidoping e deu lugar a Anderson Silva, restando dois dias para o UFC 200.

Em 2017, enfim, os combatentes voltaram dividir a arena de combate. Com a rivalidade ainda mais acirrada, ‘Bones’ acabou superior ao rival e derrotou DC por nocaute, e, na ocasião, recuperou o cinturão, que havia perdido após ser destituído por problemas com a justiça. A vitória, no entanto, foi tirada de Jones depois que o atleta foi flagrado no exame antidoping.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276