Bader vence Moldavsky em luta dura e unifica cinturão dos pesados no Bellator 273

Veterano tem altos e baixos, mas faz valer experiência em confronto e reassume topo absoluto da categoria na decisão unânime dos juízes

R. Bader (esq.) derrotou V. Moldavsky (dir.) no Bellator 273. Foto: Rperodução/Instagram

Veterano no MMA, Ryan Bader passou por uma verdadeira prova de fogo no Bellator 273, realizado neste sábado (29), em Phoenix (EUA). Adversário de Valentin Moldavsky na luta principal, válida pela unificação do título dos pesados (até 120,2kg.), o atleta não teve vida fácil, mas superou o pupilo de Fedor Emelianenko. Ao fim de cinco rounds, o norte-americano foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes e reassumiu o topo absoluto da divisão.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Square 4x4

Com a vitória, Bader se recupera da derrota sofrida para Corey Anderson, que representou o confronto nas semifinais do Grand Prix dos meio-pesados (até 93kg.). Campeão da categoria até 120,2kg. desde 2019, o veterano de 38 anos não se apresentava no grupo há mais de dois anos.

O tropeço diante de Ryan não marcou apenas a falha na tentativa de assumir o título linear dos pesados. Além de ter o sonho adiado, Moldavsky perdeu a invencibilidade no Bellator, deu adeus a uma sequência de seis resultados positivos e não conseguiu vingar seu mestre, Fedor Emelianenko, que perdeu para o norte-americano em 2019.

PUBLICIDADE:

Neste fim de semana, Bader atingiu a marca de 29 triunfos na carreira. Antigo representante do UFC, o lutador é profissional no esporte desde 2007.

A luta

O confronto começou com Moldavsky encurtando a distância logo nos segundos iniciais. O russo acabou surpreendido com uma bomba de direita de Bader, que balançou o pupilo de Fedor Emelianenko. Para se recuperar, Valentin partiu para a luta agarrada e conseguiu levar o norte-americano para o chão. Ryan fazia força para se levantar, mas o adversário pesava o corpo sobre o campeão linear. Bader ficou de pé, mas acabou derrubado novamente. A vantagem seguia com o russo, que tentava chegar às costas do oponente. Ryan voltou a ficar de pé, mas Valentin não dava espaço, e pressionava o norte-americano contra as grades. Perto do minuto final, Bader conseguiu se desvencilhar e voltou a atingir o adversário com um direto. Em desvantagem na trocação, o russo voltou a se agarrar ao campeão linear, mas foi o veterano quem derrubou desta vez. Perto de acabar a etapa, Moldavsky ensaiou uma Kimura, mas não havia mais tempo.

No segundo round, os atletas partiram para a trocação franca. Moldavsky tentava medir forças com o norte-americano na luta em pé, mas, ainda no primeiro minuto, o veterano foi para a luta agarrada e tentou levar o campeão interino para a lona. O russo se defendia, enquanto Bader pressionava contra as grades. Os lutadores se desvencilharam e o confronto voltou a ser disputado no centro do octógono. Na metade do assalto, Ryan tentou derrubar, mas acabou se descuidando e foi quedado pelo oponente. Por cima, o russo desferia socos no rosto do campeão linear, que fazia forças para ficar de pé. O veterano conseguiu se levantar, mas, na sequência, foi cravado no chão pelo adversário. Nos segundos finais, Valentin continuava pressionando por cima, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

O terceiro round começou com troca de golpes intensa entre os atletas no centro do octógono. Na sequência, Moldavsky voltou a encurtar e passou a pressionar o campeão linear contra as grades. Após quase três minutos de insistência, o russo conseguiu levar o norte-americano para o chão. Valentin seguia ‘colado’ ao adversário, mas sem contundência. Quanto mais Moldavsky pesava o corpo sobre Ryan, mais o veterano dava sinais de cansaço. O assalto acabou com o pupilo de Fedor administrando o resultado.

No quarto assalto, Bader arriscou a queda nos segundos iniciais. Moldavsky se defendeu bem e conseguiu se afastar do veterano. Com estratégia traçada, Valentin tentou a primeira queda restando pouco mais de três minutos para acabar o round. Pressionando o veterano contra as grades, o campeão interino tentava levar o embate para o chão. Moldavsky tentou, mas quem conseguiu derrubar foi Ryan, que fez forças e cravou o oponente na lona, restando mais de dois minutos para acabar a etapa. Por cima, o norte-americano conseguiu chegar às costas e atacava o rival com socos. No minuto final, Valentin fez forças e conseguiu ficar de pé. Bader, novamente, explodiu e derrubou o oponente. Mesmo desgastado, o campeão linear dava show de resistência e levou vantagem até o fim do assalto.

PUBLICIDADE:

O último round começou com Moldavsky tomando a iniciativa com um jab. Ryan respondeu na mesma moeda. A luta seguia tensa, com os atletas evitando um erro ao máximo. Com pouco mais de um minuto, Moldavsky foi para as pernas e tentou derrubar o oponente. O veterano se defendeu bem e partiu para o contragolpe. O norte-americano encaixou dois diretos no rosto do adversário, mas o russo respondeu com uma bomba de direita. Na metade do round, Ryan tentou derrubar, mas acabou caindo em posição de desvantagem. Moldavsky conseguiu chegar às costas e tentava fazer valer o momento. Perto do fim do embate, Bader conseguiu ficar de pé, mas Valentin seguia ‘grudado’ ao campeão linear e pressionava contra as grades. Nos segundos finais, Moldavsky conseguiu uma bela queda, mas não havia mais tempo.

Resultados do Bellator 273

CARD PRINCIPAL

Peso pesado (até 120,2kg.): Ryan Bader derrotou Valentin Moldavsky na decisão unânime dos juízes (48-47, 48-47, 48-47) – Luta pelo cinturão

Peso leve (até 70,3kg.): Ben Henderson derrotou Islam Mamedov na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso pena (até 65,7kg.): Henry Corrales derrotou Aiden Lee na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso meio-médio (até 77,1kg.): Sabah Homasi finalizou Jaleel Willis com um katagatame a 1m42s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso galo (até 61,2kg.): Enrique Barzola derrotou Darrion Caldwell por nocaute técnico a 3m01s do R3

Peso leve (até 70,3kg.): Chris Gonzalez derrotou Saad Awad por nocaute a 36s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Dalton Rosta derrotou Duane Johnson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Nikita Mikhailov derrotou Blaine Shutt por nocaute técnico a 3m23s do terceiro round 3

Peso pena (até 65,7kg.): Lucas Brennan finalizou Ben Lugo com um triângulo de mão a 2m27s do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Sullivan Cauley derrotou Ben Parrish por nocaute técnico a 4m35s do R1

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276