Sam Alvey é finalizado por Brendan Allen e atinge triste marca histórica no UFC Las Vegas 47

Após mais um revés, o sétimo seguido, o 'Sorriso' igualou BJ Penn como atleta com mais resultados negativos em sequência da história do Ultimate

 

S. Alvey sofreu sua sétima derrota seguida na carreira Foto: Instagram/@ufc_brasil

PUBLICIDADE:

O norte-americano Sam Alvey seguiu sua triste sina de derrotas e atingiu uma triste marca na noite desse sábado (05). No UFC Las Vegas 47, o peso meio-pesado (até 93kg) sofreu o seu sétimo revés seguido e se tornou, ao lado da lenda BJ Penn, o atleta com maior sequência negativa da história do Ultimate. O ‘Sorriso’ não vence um confronto desde junho de 2018.

Veja Também

Buscando ser mais um a derrotar Sam Alvey, Brendan Allen tentava encurralar o seu rival contra a grade mas o ‘Sorriso’ tinha bons contragolpes nas mãos. Allen tentou um chute rodado, que parou na guarda de Sam. Brendan tinha dificuldades de entrar no raio de ação de Alvey, mas, logo acertou um golpe que levou o seu rival à knockdown. Sam foi, literalmente, salvo pelo gongo.

PUBLICIDADE:

Brendan seguiu com a estratégia de tentar encurralar Sam para golpeá-lo. Alvey tentou um upper mas o seu rival conseguiu esquivar. Brendan acertou um lindo cruzado que fez Sam cair. O seu adversário só teve o  ‘simples’ trabalho de encaixar o mata-leão e fazer o ‘Sorriso’ bater em desistência.

Com mais um resultado negativo, Sam atingiu um triste recorde que pertencia a BJ Penn: o norte-americano alcançou sua sétima derrota seguida e se tornou o lutador com maior sequência negativa da história do Ultimate. O combatente agora possui um cartel de 33 triunfos e 17 reveses.

PUBLICIDADE:

Brendan Allen volta a sentir o doce sabor da vitória após ser derrotado em sua última luta e marca três resultados positivos em seus últimos quatro confrontos. O lutador de 26 anos possui um cartel de 18 triunfos e cinco reveses no MMA profissional.

PUBLICIDADE:

Shavkat Rakhmonov atropela Carlston Harris e segue invicto no MMA

S. Rakhmonov derrotou C. Harris no UFC Las Vegas 47 Foto: Instagram/@ufc_brasil

 

O prospecto cazaque atropelou mais um. Shavkat Rakhmonov não tomou conhecimento do ‘quase brasileiro Carlston Harris e venceu por nocaute ainda no primeiro round. Dominando o combate desde o soar do gongo, a promessa dos meio-médios (até 77,1kg) acertou um lindo chute rodado em Harris, ainda no final da primeira parcial. Carlston foi a knockdown e se tornou alvo fácil dos golpes do lutador do Casaquistão, até a interrupção do árbitro.

Rakhmonov segue invicto no MMA com 15 triunfos consecutivos e se consolida como um dos grandes nomes da divisão liderada por Kamaru Usman. Carlston Harris, que vinha de dois resultados positivos, sofreu sua primeira derrota com as luvas do Ultimate e agora marca 17 triunfos e cinco reveses no esporte.

Nick Maximov derrota Punahele Soriano por decisão dividida

Como um verdadeiro ‘carrapato’, Nick Maximov não deixou Punahele Soriano respirar e ‘amassou’ o seu rival com a luta agarrada durante grande parte do confronto. Com o lutador havaiano sem conseguir dar uma resposta, Maximov venceu sua segunda luta consecutiva com as luvas do Ultimate.

Invicto no MMA profissional, Nick possui um cartel de oito triunfos com apenas 24 anos. Outra promessa da divisão dos médios (até 83,9kg), Punahele Soriano sofreu sua segunda derrota seguida na carreira e agora marca oito triunfos e dois reveses no esporte.

Bryan Battle vence batalha tensa contra Tresean Gore por pontos

B. Battle comemora triunfo sobre T.Gore Foto: Instagram/@ufc_brasil

Prometido para acontecer desde na grande final da última edicão do ‘The Ultimate Fighter’, o confronto entre Bryan Battle e Tresean Gore entregou, pelo menos, a emoção que se espera de uma decisão do reality show mais famoso da história da organização. No fim, vitória de Bryan Battle na decisão unânime dos juízes.

Profissional desde 2019, o campeão do TUF 29 agora marca 6 vitórias e uma derrota no MMA profissional. Invicto até então, Tresean Gore passa a ostentar o cartel de 3 triunfos e apenas um revés como lutador de artes marciais mistas.

Em confronto empolgante, Julian Erosa vence Steven Peterson na decisão dividida

J. Erosa derrotou S.Peterson por pontos Foto: Instagram/@ufc_brasil

Não faltou emoção no duelo que abriu o card preliminar do UFC Las Vegas 47. Em confronto válido pela divisão dos penas (até 65,7kg), após 15 minutos de intensa pancadaria, tentativas de finalização e muita trocação franca, Julian Erosa saiu vitorioso sobre Steven Peterson na decisão dividida dos juízes.

Julian Erosa consegue o seu segundo resultado positivo em sequência e comemora a sua terceira vitória nos últimos quatro combates. Erosa agora possui um cartel de 27 triunfos e nove reveses no MMA profissional.

Steven vê a sua sequência de duas vitórias ser interrompida e volta a sentir o gosto amargo de uma derrota. Aos 31 anos, Stevenso agora marca 19 resultados positivos e 10 negativos no esporte.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano