AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Parceiro de treinos, Gustafsson elogia Chimaev e garante: ‘treina mais do que eu já treinei na vida’

Dono da Allstars Training Center, o ex-desafiante ao cinturão dos meio-pesados se disse impressionado com o companheiro

A. Gustafsson e K. Chimaev são parceiros de treinos na Allstars Training. Foto: Reprodução/Instagram

O impacto causado por Khamzat Chimaev em seu início de trajetória no UFC já havia sido sentido pela Allstars Training Center, quando o russo naturalizado sueco se juntou à academia. Um dos donos da equipe, Alexander Gustafsson se mostrou impressionado com o russo naturalizado sueco.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Durante participação no podcast “The MMA Hour”, do site norte-americano “MMAFighting”, o ex-desafiante ao cinturão dos meio-pesados rasgou elogios a Khamzat Chimaev.

“Ele é um meio-médio, mas bate como um peso pesado, é forte como um peso pesado e rápido como um peso leve”, afirmou Gustafsson.

PUBLICIDADE:

O rápido sucesso alcançado por Chimaev no octógono não é fruto do acaso. De acordo com Gustafsson, o russo naturalizado sueco treina mais duro do que ele já treinou na vida.

“Ele trabalha mais duro do que eu já trabalhei na vida. Ele faz cinco sessões por dia, no mínimo. No meu auge, quando enfrentei Jon Jones e todos aqueles caras, eu fazia três sessões por dia, com cerca de 20 rounds a cada sessão de sparring. E meu condicionamento era ótimo. Mas esse cara trabalha mais do que eu. Ele não cansa”, admitiu o sueco.

PUBLICIDADE:

Mesmo lutando três divisões de peso acima de Chimaev, Gustafsson, que fará sua próxima luta nos pesos pesados (até 120,2 kg), garante que precisa se cuidar durante as sessões de sparring com a sensação dos meio-médios.

PUBLICIDADE:

“É melhor eu ficar com as mãos altas. Não estou brincando. Ele bate muito forte. Ele é rápido e tem ótima precisão, então não precisa de muito poder para nocautear os adversários, porque ele sabe onde está mirando e acerta sempre. Já brinquei de sparring com muitos caras, rindo e fazendo piadas. Mas esse cara, quando ele vem fazer sparring, ele vem fazer sparring. Não importa se é comigo ou com outro cara, ele só vai”, finalizou Gustafsson.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276