Israel Adesanya renova contrato com UFC para se tornar ‘um dos lutadores mais bem pagos da história do MMA’

De acordo com a equipe do campeão dos médios, o novo acordo é 'um dos mais lucrativos da história da organização'

I. Adesanya em pesagem pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Às vésperas de defender o cinturão dos pesos médios (até 83,9 kg) em revanche contra Robert Whittaker, neste sábado (12), Israel Adesanya já tem motivos para comemorar. Na última quarta-feira (9), o nigeriano assinou um novo contrato multi-lutas com o Ultimate.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Empresário de Adesanya, Tim Simpson, da Paradigm Sports, anunciou o novo vínculo do campeão dos médios ainda na quarta-feira.

“Estamos muito felizes com os termos do novo acordo promocional de Israel com o UFC. Israel realmente merece estar na posição em que está e estamos ansiosos por mais prósperos anos com o UFC”, afirmou o agente.

PUBLICIDADE:

Segundo sua equipe, o novo contrato de Israel Adesanya é “um dos acordos multi-lutas mais lucrativos da história da organização” e fará com que o campeão peso médio seja “um dos atletas mais bem pagos na história do MMA”.

O acordo foi fruto de muitos meses de negociação, que envolveram Israel Adesanya aceitar a luta contra Robert Whittaker, mas ficar sem assinar o contrato por diversas semanas após o anúncio da luta.

PUBLICIDADE:

A Paradigm Sports, empresa responsável pelo gerenciamento de carreira de Israel Adesanya cuida também do ex-campeão peso pena (até 65,7 kg) e peso leve (até 70,3 kg) Conor McGregor, que é o atleta mais bem pago da história do Ultimate.

PUBLICIDADE:

Israel Adesanya se tornou um dos nomes mais populares de todo o UFC com seu sucesso na divisão dos médios, sendo visto por muitos como o sucessor natural de Anderson Silva na categoria. O nigeriano busca a quinta defesa do cinturão neste sábado, quando enfrenta Robert Whittaker na luta principal do UFC 271, em Houston, nos Estados Unidos.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano