Masvidal exibe símbolo da ATT a Covington, provoca ‘desertor’ e volta a prometer massacre no UFC 272

Atleta divulga vídeo em academia responsável pela ascensão de Colby, antigo amigo e adversário de 5 de março

J. Masvidal recebeu o cinturão de ‘Mais Casca-Grossa’, em 2019. Foto: Reprodução/Facebook UFC

A cada dia que passa, o palco da luta principal do UFC 272 vai sendo montado por Jorge Masvidal e seu adversário, Colby Covington. Com promessa de massacres de ambos os lados, o confronto vai sendo construído dentro da perspectiva de traição e sede de vingança. Desta vez, a investida foi feita por ‘Jesus das Ruas’, que, em vídeo divulgado nas redes sociais, provoca o antigo amigo exibindo o símbolo da American Top Team (ATT), com direito a ameaça.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Aqui em casa, no templo, casa de alguns guerreiros de verdade. Não sou o único ‘casca-grossa’ aqui. Há muitos, mas não o seu traseiro, que foi chutado daqui. Sei que dói sempre que você vê isso (o símbolo da ATT, que figurava atrás de Masvidal). Sei que você é sensível, que lê comentários e chora. Posso imaginar quantas vezes você viu esse símbolo e dói. Siga falando bobagens. Mal posso esperar”, disse Jorge, em vídeo divulgado no Twitter.

Ex-desafiante ao cinturão dos meio-médios (até 77kg.), Masvidal não parou por aí. O desabafo seguiu e, mais uma vez, o atleta falou em tom de ameaça com o antigo melhor amigo.

PUBLICIDADE:

“Dia 5 de março está chegando, assim como meu joelho na sua têmpora. Não vou só quebrar sua cara de todas as formas possíveis, mas o UFC verá que você é uma fraude e te mandará embora. Você vai voltar para reservas indígenas em que você possa lutar, talvez em lutas co-principais. Você não poderá fazer lutas principais depois que eu acabar com o que vou fazer com você. Vou te arrebentar. Continue falando. Cinco de março está demorando. Vejo você em breve. Não se esqueça”, encerrou.

Embora o confronto entre Masvidal e Covington não seja válido por título, os atletas serão as estrelas principais do UFC 272, que acontece em 5 de março, em Las Vegas (EUA). Há muita expectativa para o embate, pois as estrelas são desafetos confessos e carregam histórias dentro do MMA.

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano