Dustin Poirier afirma que ‘seria preso’ se lutasse contra Colby Covington

Assim como aconteceu com Masvidal, Covington criou uma rivalidade com Poirier após deixar a American Top Team

D. Poirier na coletiva de imprensa do UFC 264 (Foto: Instagram/UFC)

A saída de Colby Covington da American Top Team deixou marcas aparentemente incuráveis. Além da enorme rivalidade com o antigo amigo Jorge Masvidal, Colby Covington já deixou claras também as suas diferenças com Dustin Poirier nos últimos anos.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista à imprensa presente no UFC 271, no último sábado (12), Dustin Poirier falou sobre seus problemas com Colby Covington e refutou qualquer possibilidade de enfrentar o ex-colega no octógono do UFC, afirmando que “ambos seriam presos” se a luta acontecesse.

“Eu nunca enfrentaria Colby em um octógono, onde há finanças em jogo. Se eu enfrentar Colby, nós dois vamos para a prisão. Eu vou para a prisão. Não vou enfrentá-lo no octógono. Ele não vai ganhar dinheiro com a minha carreira e com o que eu construí. É algo diferente. Você nunca vai me ver enfrentando Colby Covington no UFC”, garantiu Poirier.

PUBLICIDADE:

Quanto a luta principal do UFC 272, entre Colby Covington e Jorge Masvidal, no dia 6 de março, Poirier se mostrou confiante na preparação do atleta da American Top Team.

“Jorge é um cara legal. Quero que ele tenha sucesso. Sei que ele está trabalhando duro e sei que Bo Nickal está com ele na American Top Team. Temos ótimos wrestlers lá, então ele está preparando o jogo de wrestling. Seu QI de luta e sua habilidade vão falar por si. Estou confiante, mas é luta. Estou torcendo por Jorge”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276