Peña admite entender Amanda Nunes, mas sugere que brasileira esteja usando lesão como ‘desculpa’ por derrota

Campeã das galos (até 61,2kg.) diz que ninguém obrigou a 'Leoa' a atuar no UFC 269; ela ressalta que também já teve problemas com lesões na carreira

J. Peña derrotou A. Nunes no UFC 269. Foto: Reprodução/Instagram

Julianna Peña deu sua opinião sobre os recentes comentários de Amanda Nunes, que alegou ter lutado com lesões em dois joelhos no primeiro encontro, válido pelo UFC 269, em dezembro de 2021. Em entrevista à ‘ESPN’, a campeã das galos (até 61,2kg.) afirmou que também já passou por problemas parecidos em sua trajetória no MMA.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“É uma situação difícil para mim ouvir isso porque voltei de duas lesões devastadoras no joelho. Eu entendo você, garota. Eu sei exatamente como você está se sentindo. Eu tive esse tempo livre para reconstruir meus joelhos e recuperá-los, e ainda estar competindo no mais alto nível que existe. Então, meus joelhos não são uma desculpa para eu dizer que não deveria ter aparecido na luta”, destacou Peña.

Ainda assim, Julianna acredita que a ‘Leoa’ esteja usando a lesão como uma desculpa por ter perdido o cinturão. Ela ressaltou que, caso a brasileira estivesse afetada clinicamente, poderia optar por sair do espetáculo.

PUBLICIDADE:

“Se seus joelhos estão ruins, não lute. Ninguém está colocando uma arma em sua cabeça e obrigando a fazer isso. Então, se você quer dizer que perdeu porque se machucou, não aceite a luta. Está tudo bem. Tenho certeza de que podemos encontrar alguém mais do que disposto a entrar nesse lugar”, finalizou.

As duas atletas, agora, se preparam para comandarem a 30ª edição do ‘The Ultimate Fighter’. Elas comandam dois times distrubuídos entre competidores da divisão das moscas (até 52,1kg.) e pesos pesados (até 120,2kg.). Ao final do show, elas se enfrentam na aguardada revanche pelo cinturão das galos.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276