Após três duelos cancelados, Nikolas Motta prega respeito a veterano antes de sua estreia no UFC Vegas 48

Pronto para o seu debute na maior organização do mundo, o lutador brasileiro enalteceu o seu rival do próximo sábado mas enfatizou o desejo de sair vitorioso

N. Motta fará sua aguardada estreia no UFC Las Vegas 48. Foto: Reprodução/Instagram

Após ter três duelos cancelados, Nikolas Motta finalmente fará sua estreia no Ultimate. E antes do confronto contra o veterano Jim Miller, recordista de lutas na organização, o brasileiro demonstrou muito respeito pelo seu rival,mas deixou claro o seu desejo de sair vitorioso no UFC Las Vegas 48, que acontece no próximo sábado (19).

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Respeito muito ele, é uma lenda do UFC, do esporte, é bom pra mim e a vida toda treinei com caras que sempre estavam entre os melhores do mundo, cresci treinando com caras campeões do UFC, do Bellator, no meio desses caras e isso me deu experiência boa. Acho que não tem tanto segredo porque o último cara que venceu o Jim Miller, eu venci esse cara por nocaute aqui nos EUA. O desafio com Jim Miller é do primeiro ao terceiro round, ele é um monstro, muito bom no jiu-jítsu, mas várias vezes nocauteia”, disse Nikolas.

O lutador brasileiro exaltou a trajetória do norte-americano no UFC, disse que não pode ser apressado no combate e enfatizou que precisa sair vitorioso no combate.

PUBLICIDADE:

“Não posso agir igual garoto novo, falar que vou nocautear no primeiro round, porque o cara vai para 39 lutas no UFC, é muito experiente, um monstro, quero estar preparado para o pior, para três rounds de guerra, igual quando ele lutou com o Joe Lauzon e deram até a lona do cage pra eles de tanto sangue que tinha no cage. Vou me preparar pra isso. Eu tenho que vencer. Não é se vou vencer, eu tenho que vencer. Preciso dessa grana. Ele já está bem, a bolsa dele é alta”, finalizou o peso leve.

Campeão peso leve do evento Cage Fury, Nikolas foi convidado a participar do ‘Contender Series’, em novembro de 2020. Diante de Joseph Lowry, o atleta mineiro saiu vitorioso na decisão unânime dos juízes e conseguiu o sonhado contrato com a organização. Porém, o lutador brasileiro ainda não conseguiu fazer o seu debute e teve três duelos cancelados.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano