Glorinha de Paula bate Diana Belbita em luta equilibrada no UFC Las Vegas 48 e vence primeira na organização

Brasileira superou a romena na decisão unânime dos juízes e respira aliviada após perder as duas primeiras na organização

G. de Paula derrotou D. Belbita no UFC Las Vegas 48 (Foto: Instagram/UFC)

Primeira brasileira a entrar em ação no UFC Las Vegas 48, Glorinha de Paula superou Diana Belbita na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28) em duelo marcado por muito equilíbrio. Após um começo melhor da romena, a brasileira, em uma luta estratégica, fez o suficiente para sair com a vitória ao final dos três assaltos.

PUBLICIDADE:

Veja Também

A vitória sobre Diana Belbita foi a primeira de Glorinha de Paula no UFC. Com o resultado, a brasileira de 26 anos, que havia sido derrotada em suas duas primeiras lutas, respira um pouco mais aliviada na organização.

Do outro lado, Diana Belbita não conseguiu emplacar a segunda vitória consecutiva e tem agora apenas um triunfo e três derrotas no octógono do Ultimate.

PUBLICIDADE:

A LUTA

O duelo começou com as duas atletas buscando a trocação no centro do octógono. Mais agressiva, Diana Belbita tomava a iniciativa da ação, enquanto Glorinha de Paula apostava nos contragolpes. Após demonstrarem boa técnica no boxe, com vantagem para a romena, a brasileira levou a luta para a grade, mas não conseguiu manter a posição por muito tempo. De volta ao centro, Glorinha passou a apostar nos chutes baixos para minar a movimentação de Belbita, que continuava com superioridade no boxe. O primeiro round terminou com Glorinha novamente buscando o clinch e pressionando a romena contra a grade.

No segundo assalto, Diana Belbita manteve o mesmo ritmo forte, enquanto Glorinha de Paula buscava ser mais ativa e tomar iniciativa em alguns momentos. A brasileira tentou novamente o clinch na grade, mas encontrou resistência por parte da romena, que não demorou a se soltar. Na trocação, a brasileira conseguiu conectar algumas sequências de jab e direto, mas logo voltou a buscar o clinch. As duas trocaram joelhadas por cerca de um minuto, com a brasileira em posição de superioridade na grade. Belbita tentou uma queda e acabou quase ficando por baixo da brasileira, mas as duas se levantaram e terminaram o round trocando golpes no centro.

Glorinha de Paula tentou uma queda logo nos primeiros segundos do terceiro round, mas não teve sucesso. Quando vivia bom momento na trocação, a brasileira acabou atingida por uma dedada no olho acidental e a luta foi interrompida por alguns segundos. De volta à ação, Glorinha finalmente conseguiu a queda para cima de Belbita, mas a romena rapidamente voltou a ficar em pé. A brasileira e a romena voltaram a trocar joelhadas no clinch, mas sem contundência de ambas as partes. Nos instantes finais da luta, Glorinha arriscou chutes altos e as duas passaram a trocar golpes mais francos no centro do octógono.

PUBLICIDADE:

Com nocaute no primeiro round, David Onama bate Gabriel Benitez e vence primeira no UFC

D. Onama nocauteou G. Benitez no UFC Vegas 48 (Foto: Instagram/UFC)

Fechando o card preliminar do UFC Las Vegas 48, David Onama deu um show de trocação e nocauteou Gabriel Benitez no primeiro assalto. Após sentir um golpe no olho no início da luta, o ugandense se recuperou e atropelou o mexicano para sair com a vitória.

PUBLICIDADE:

O triunfo no UFC Las Vegas 48 foi o primeiro de David Onama no UFC. O ugandense havia sido derrotado por Mason Jones em sua estreia e agora tem nove vitórias e apenas um revés no MMA profissional.

Do outro lado, Gabriel Benitez se vê em situação difícil no Ultimate. O mexicano perdeu a segunda luta consecutiva e tem apenas uma vitórias nas últimas cinco aparições no octógono.

Afiada na luta agarrada, Stephanie Egger finaliza Jessica-Rose Clark no primeiro round

S. Egger finalizou J. Clark no UFC Las Vegas 48 (Foto: Instagram/UFC)

Na penúltima luta do card preliminar do UFC Las Vegas 48, Stephanie Egger deu um show de luta agarrada e derrotou a favorita Jessica-Rose Clark por finalização com uma chave de braço ainda no primeiro assalto. Especialista em judô, a suiça aplicou duas lindas quedas na australiana antes de acabar com o combate.

A vitória foi a segunda consecutiva de Stephanie Egger no UFC. A suiça se recuperou da derrota sofrida para Tracy Cortez na estreia e tem agora sete triunfos e apenas dois reveses na carreira.

Do outro lado Jessica-Rose Clark voltou a perder após vencer duas seguidas. A australiana tem agora quatro vitórias e três derrotas na organização.

Chas Skelly acerta linda cotovelada para nocautear Mark Striegl no segundo round

C. Skelly nocauteou M. Striegl no UFC Vegas 48 (Foto: Instagram/UFC)

De volta ao octógono após mais de dois anos afastado, Chas Skelly nocauteou Mark Striegl no segundo assalto. O golpe determinante para a vitória foi uma linda cotovelada de encontro que atordoou o oponente e abriu caminho para a chuva de golpes que decretou o resultado.

Após o duelo, Skelly anunciou que essa foi provavelmente a última luta de sua carreira. Caso a aposentadoria realmente se confirme, o atleta deixa o MMA com um cartel profissional de 19 vitórias, apenas três derrotas e uma luta sem resultado.

Do outro lado, Mark Striegl segue sem vencer no Ultimate. O filipino, que havia sido derrotado por Said Nurmagomedov em sua estreia, em 2020, sofreu o segundo revés no octógono.

Chad Anheliger bate Jesse Strader com nocaute no último round e estreia com vitória no Ultimate

C. Anheliger nocauteou J. Strader no UFC Las Vegas 48 (Foto: Instagram/UFC)

O primeiro nocaute da noite aconteceu na terceira luta do evento. Estreando na organização, Chad Anheliger nocauteou Jesse Strader no terceiro assalto do que era até então um combate equilibrado.

A vitória sobre Jesse Strader foi a primeira de Chad Anheliger no UFC, mas a décima consecutiva do canadense na carreira profissional. “The Monster” não perde uma luta desde junho de 2014.

Do outro lado, Jesse Strader segue sem vencer no Ultimate. O norte-americano, que estreou com derrota para Montel Jackson, perdeu a segunda consecutiva na organização.

Jonathan Pearce bate Christian Rodriguez em luta de chão e vence terceira seguida

J. Pearce superou C. Rodriguez no UFC Las Vegas 48 (Foto: Instagram/UFC)

Em duelo disputado quase totalmente no chão, Jonathan Pearce superou Christian Rodriguez na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 29-28). Com quase dez minutos de controle na luta de solo, “JSP” perdeu diversas oportunidades de finalizar o combate, mas fez o suficiente para sair vencedor.

A vitória deste sábado é a terceira consecutiva de Jonathan Pearce no octógono do Ultimate. O atleta da Fight Ready não perde desde sua estreia na organização, em outubro de 2019.

Christian Rodriguez, que aceitou a luta com apenas quatro dias de antecedência, estreou com derrota no Ultimate e perdeu a invencibilidade na carreira. O atleta de 24 anos tem agora um cartel sete vitórias e um revés.

Mario Bautista confirma favoritismo e bate Jay Perrin na decisão unânime

M. Bautista derrotou J. Perrin no UFC Las Vegas 48 (Foto: Instagram/UFC)

Maior favorito do UFC Las Vegas 48, Mario Bautista fez valer sua condição e derrotou Jay Perrin na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-26) na primeira luta do evento. Após um primeiro round mais equilibrado, Bautista sobrou nos dois rounds finais e garantiu a vitória tranquila.

Com o triunfo deste sábado (19), Mario Bautista voltou a vencer na organização e se recuperou da derrota sofrida contra Trevin Jones, em março de 2021. O atleta de 28 anos tem três vitórias e dois reveses na organização.

Do outro lado, Jay Perrin estreou com derrota no octógono do UFC. O “Savage” tem agora dez vitórias e cinco reveses em sua carreira profissional.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276