Vítima de Covington, Woodley aponta caminho para vitória de Masvidal diante de ex-amigo no UFC 272

Derrotado por Colby em 2020, ex-campeão dos meio-médios manda conselho a Jorge para deixar o octógono com o resultado positivo

J. Masvidal e C. Covington se enfrentam no UFC 272. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Vítima de Colby Covington em 2020, Tyron Woodley decidiu usar sua experiência e apontar o caminho da vitória para Jorge Masvidal no UFC 272. De olho no confronto de 5 de março, o ex-campeão dos meio-médios (até 77kg.) apontou o caminho para um eventual resultado positivo do ‘Jesus das Ruas’. Em entrevista ao ‘MMA Junkie’, Woodley mostrou a direção.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Masvidal precisa segurar suas emoções e não as transformar em um lugar em que quer apenas enfrentá-lo, machucá-lo e tentar embaraçá-lo. Apenas faça o que faz de melhor. Ele tem o melhor boxe do MMA no momento. Suas mãos são rápidas e sua capacidade de contundir o corpo dos adversários é incrível. Colby Covington não gosta de golpes no corpo. Eu sabia disso. Por que não explorei? Não sei. Mas Masvidal também sabe. Ele me deu algumas dicas em relação a isso. Acho que ele vai magoar o corpo de Covington”, disse Woodley.

Em 5 de março, o Ultimate promoverá o embate entre dois melhores amigos. Colby e Jorge eram companheiros de treinos na American Top Team e chegaram a morar juntos.

PUBLICIDADE:

A relação dos lutadores se abalou depois que Covington passou a ter problemas de convivência com demais membros da ATT. O comportamento do norte-americano acabou determinando o desligamento da consagrada equipe.

Fora do time, Colby passou a criticar publicamente os antigos parceiros. O que, antes, era amizade, se transformou em rivalidade e, no UFC 272, os atletas terão a oportunidade de acertar as diferenças dentro do octógono.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano