Campeão do Bellator, Yaroslav Amosov afirma que vai defender Ucrânia de invasão russa

O ucraniano, dono do cinturão meio-médio da organização e invicto no MMA, tem luta marcada contra Michael Page em maio

Y. Amosov é campeão dos meio-médios do Bellator. Foto: Reprodução/Instagram

Campeão dos meio-médios (até 77 kg) do Bellator e invicto no MMA profissional com 26 vitórias, o ucraniano Yaroslav Amosov garantiu que ficará na Ucrânia para ajudar a defender o país contra a invasão militar russa, iniciada na última semana. Assim como muitos civis, o campeão se dispôs a pegar em armas para lutar pela sua nação durante o conflito que já matou centenas de pessoas e fez com que outras milhares cruzassem as fronteiras em busca de segurança.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Nativo de Irpin, região localizada próxima da capital Kyev, Yaroslav Amosov afirmou, através de vídeo publicado nas redes sociais, que levou sua família para um local seguro, mas já retornou para ajudar a defender o país.

“Saudações. Provavelmente, muitos vão achar que eu fugi, que estou escondido ou algo do tipo, mas isso não é verdade. Eu levei minha família para uma zona de segurança. Agora retornei e vou defender este país da melhor maneira que eu puder, com o que eu puder. Amo o nosso país. A Rússia veio à nossa casa e começou uma guerra aqui. Muitas pessoas estão morrendo – inocentes, mulheres e crianças. Temos que defender este país e vamos conseguir, amigos. Vamos conseguir porque a verdade está do nosso lado. Gostaria de falar com todos que me seguem da Rússia. O que é mostrado para vocês na televisão não é verdade. Se eu fosse vocês, nem assistiria às notícias. Estamos em uma guerra de verdade. Não consigo entender as pessoas que não acreditam que tropas russas invadiram a Ucrânia. Vejo isso com meus próprios olhos e também escuto. Coisas horríveis estão acontecendo aqui. Amigos, se unam, ajudem uns aos outros e tudo vai ficar bem. A verdade é nossa e a vitória também será nossa”, disse o campeão.

PUBLICIDADE:

Yaroslav Amosov tem defesa de cinturão marcada contra Michael Page no Bellator Londres, no dia 13 de maio. Ainda não se sabe, no entanto, se a atual situação entre Rússia e Ucrânia causará alguma alteração nos planos da organização.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276