Ex-campeão do UFC, Cain Velasquez é preso por tentativa de homicídio nos Estados Unidos

O antigo dono do cinturão dos pesados está preso sem direito a fiança após tiroteio que deixou um homem ferido na Califórnia

C. Velasquez foi preso após se envolver em tiroteio (Foto: Reprodução/Facebook Cain Velasquez)

Ex-campeão peso pesado (até 120,2 kg) do UFC, Cain Velasquez foi preso na última segunda-feira (28) após se envolver em um tiroteio que deixou um homem ferido em Morgan Hill, na Califórnia (EUA). A informação foi noticiada inicialmente pelo jornal local “NBC Bay Area”.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Responsável pela investigação, o Departamento de Polícia de San Jose inicialmente não deu detalhes sobre as acusações enfrentadas pelo ex-campeão, que está preso sem direito a fiança em uma cadeia local em Santa Clara na Baía de San Francisco, Califórnia (EUA).

De acordo com informações iniciais da polícia, Cain Velasquez foi o único preso no incidente e um homem foi hospitalizado após o tiroteio acontecido na interseção entre a Monterey Highway e a Bailey Avenue, uma autoestrada e uma rua localizadas em San Jose, ao sul da Baía, por volta de 15h14 da tarde de segunda-feira. Ferido, o outro homem foi transportado a um hospital com algumas lesões, mas, segundo informações da polícia, não corre risco de morte.

PUBLICIDADE:

Posteriormente, no entanto, a polícia de San Jose confirmou as informações relatadas pelo site “TMZ”  de que Cain Velasquez foi acusado de tentativa de homicídio. O ex-campeão do Ultimate tem uma audiência marcada para o meio-dia da próxima quarta-feira (2).

PUBLICIDADE:

Cain Velasquez foi campeão do UFC em duas oportunidades entre 2010 e 2015. O ex-campeão defendeu o título em duas oportunidades e se consolidou como um dos grandes nomes da história dos pesados no Ultimate. A última aparição de Velasquez no octógono aconteceu em fevereiro de 2019, quando foi nocauteado pelo atual campeão Francis Ngannou.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276