Dana White lamenta prisão de Cain Velasquez e debate sobre suposta motivação em ataque

Presidente do UFC diz que, caso as especulações sejam verdadeiras, ele também teria feito o mesmo

D. White em entrevista coletiva pós-evento. Foto: Reprodução/YouTube UFC

O presidente do UFC, Dana White, compartilhou seus pensamentos sobre a prisão do ex-campeão peso pesado (até 120,2kg.) Cain Velasquez. Ele revelou que sente pena e comentou as especulações de que o lutador teria disparado várias vezes em um carro para atingir um suspeito de molestar uma parente próxima.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Eu obviamente sinto pena dele e de sua família. É uma coisa horrível. Eu não sei detalhes suficientes para falar sobre isso, mas pelo que eu ouvi, você sabe, todos nós dizemos que faríamos isso se isso acontecesse conosco. Cain fez isso”, disse Dana em entrevista à ‘Barstool Sports’.

Cain, agora, tem sido acusado de premeditar um homicídio e atirar em veículo ocupado, além de agressão com arma de fogo e descarregar intencionalmente um projétil dentro de um veículo, com a intenção de cometer um crime. Caso seja considerado culpado, ele pode enfrentar uma sentença de 20 anos de prisão, sob possibilidade de ser estendida para a perpétua.

PUBLICIDADE:

Com pouco mais de 10 anos no MMA, Cain realizou 17 lutas, somando 14 vitórias e três derrotas, mas teve sua trajetória afetada pela quantidade de lesões sofridas. Ele é considerado um dos melhores pesos pesados da história da empresa.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276