Perto de encarar Masvidal, Covington revela que não pensou em dinheiro para confirmar luta no UFC 272

Inimigo público do adversário deste sábado, ex-campeão interino garante que motivação para confronto é estritamente pessoal

C. Covington é o atual número um no ranking dos meio-médios do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Perto de estrear na temporada 2022 no confronto contra seu antigo melhor amigo, Colby Covington não está para brincadeira quando o assunto é o valor da luta contra Jorge Masvidal. Estrela no UFC 272, que acontece neste sábado (5), o norte-americano garante que não pensou em dinheiro para aceitar o confronto, e que o confronto é estritamente por questões pessoais. No fim de semana, os atletas resolverão as pendências no octógono.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Isso é uma rivalidade pessoal. Não é sobre dinheiro. Não vim aqui para lutar por dinheiro. Peguei apenas uma parte do pagamento e esqueci o pay-per-view. (…) Não ligo para porcentagem no pay-per-view nesta luta”, afirmou Covington, em conversa com a imprensa no ‘media day’.

Parceiro de treinos fiel de Jorge nos tempos em que ainda figurava como parte integrante da American Top Team, Colby tem mais a dizer sobre o antigo amigo. Desafeto desde que foi desligado da equipe, o ex-campeão interino dos meio-médios (até 77kg.) sugeriu que o rival está no combate por precisar do dinheiro.

PUBLICIDADE:

“Esse cara está se mantendo aqui até quando resistiu. Essa é a maior oportunidade para que ele possa pagar sua pensão e receber esse pequeno pagamento”, encerrou.

Último desafiante ao cinturão dos meio-médios, Covington subirá no octógono com um compromisso importante. Além da carga emocional para o show, o atleta defende a primeira posição no ranking do grupo. Masvidal, por sua vez, quer retornar à elite, e pode conseguir, se derrotar o compatriota no sábado.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276