Argentino de 42 anos dá show no UFC Las Vegas 50 e se recupera de três derrotas consecutivas

Guido Cannetti levou pouco mais de dois minutos para nocautear o português Kris Moutinho no card preliminar do evento

G. Cannetti derrotou K. Moutinho no UFC Vegas 50 (Foto: Instagram/UFC)

Na segunda luta do UFC Las Vegas 50, válida pela divisão dos galos (até 61,2 kg), o veterano Guido Cannetti superou Kris Moutinho por nocaute técnico em pouco mais de dois minutos do primeiro round. Em duelo marcado pela trocação franca, o argentino levou a melhor através de uma combinação de cruzados e diretos que forçou a interrupção do árbitro.

PUBLICIDADE:

Aos 42 anos de idade, Guido Cannetti se recupera de uma série de três derrotas no octógono com a vitória sobre Kris Moutinho. No UFC desde 2014, o argentino tem agora três triunfos e cinco reveses na organização.

Do outro lado, Kris Moutinho ainda não sabe o que é vencer no UFC. O português, que estreou no ano passado com derrota para Sean O’Malley, tem duas derrotas na organização.

PUBLICIDADE:

Em duelo cheio de reviravoltas, Matthew Semelsberger bate AJ Fletcher

No encerramento do card preliminar do UFC Las Vegas 50, Matthew Semelsberger derrotou AJ Fletcher na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28). Após um primeiro round arrasador de Fletcher, Semelsberger deu a volta por cima e venceu os dois rounds finais para virar a luta e levar a vitória.

A vitória no UFC Vegas 50 foi a segunda consecutiva de Semelsberger no UFC. O atleta de 29 anos venceu quatro das cinco lutas que fez na organização.

Do outro lado, AJ Fletcher estreia com derrota no Ultimate e, de quebra, perde a invencibilidade na carreira. O lutador de 25 anos tem agora nove vitórias e um revés no MMA profissional.

PUBLICIDADE:

JJ Aldrich ‘sobra’ e supera Gillian Robertson na decisão dos juízes

J. Aldrich derrotou G. Robertson no UFC Vegas 50 (Foto: Instagram/UFC)

Na segunda e última luta feminina da noite, válida pelo peso mosca (até 56,7 kg), JJ Aldrich superou Gillian Robertson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27). Melhor na luta em pé, a norte-americana teve sucesso ao frustrar tentativas de queda e investidas da canadense, especialista na luta de solo.

PUBLICIDADE:

Com o resultado no UFC Las Vegas 50, JJ Aldrich emplacou a terceira vitória consecutiva no Ultimate. A norte-americana tem agora 11 triunfos e apenas quatro derrotas na carreira.

Gillian Robertson, por outro lado, não conseguiu dar sequência ao bom resultado obtido na luta contra Priscila Pedrita, em dezembro de 2021. A canadense tem agora três derrotas nas últimas quatro aparições.

Javid Basharat bate Trevin Jones e se mantém invicto na carreira

J. Basharat superou T. Jones no UFC Vegas 50 (Foto: Instagram/UFC)

Na sexta luta do UFC Vegas 50, Javid Basharat levou a melhor sobre Trevin Jones e venceu o duelo na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 29-28). O afegão demonstrou boa habilidade na luta em pé e saiu vitorioso em sua primeira aparição como lutador do UFC.

Com o triunfo em sua estreia no Ultimate, Javid Basharat manteve a invencibilidade na carreira e tem agora 12 triunfos em sua trajetória no MMA profissional.

Por outro lado, Trevin Jones perdeu a segunda consecutiva na organização e tem 13 vitórias, oito derrotas e uma luta sem resultado na carreira.

Habilidoso no jiu-jitsu, Damon Jackson finaliza Kamuela Kirk no segundo round

D. Jackson finalizou K. Kirk no UFC Vegas 50 (Foto: Instagram/UFC)

Na quinta luta da noite, pela divisão dos penas (até 65,7 kg), Damon Jackson mostrou sua famosa habilidade no jiu-jitsu e fianlizou Kamuela Kirk com um katagatame no segundo assalto. Apesar de se tratar de um duelo entre dois especialistas na luta agarrada, Jackson demonstrou superioridade no quesito e levou a vitória.

A finalização sobre Kamuela Kirk foi a décima quinta na carreira de Damon Jackson. O atleta de 33 anos tem agora três vitórias e apenas uma derrota desde que estreou no Ultimate, em 2020.

Kamuela Kirk, por outro lado, sofreu a primeira derrota no octógono do Ultimate. O lutador de 27 anos havia estreado com vitória na organização em junho de 2021.

Miranda Maverick domina e finaliza Sabina Mazo no segundo round

M. Maverick finalizou S. Mazo no UFC Vegas 50 (Foto: Instagram/UFC)

Na primeira luta feminina do UFC Las Vegas 50, pela divisão peso mosca (até 56,7 kg) Miranda Maverick dominou e finalizou Sabina Mazo no segundo assalto. Demonstrando superioridade principalmente na luta agarrada, a norte-americana chegou à vitória através de um mata-leão.

Com o triunfo no UFC Las Vegas 50, Miranda Maverick volta a vencer após duas derrotas consecutivas no octógono. A norte-americana tem agora três vitórias e dois reveses na organização.

Sabina Mazo, por sua vez, se vê em situação delicada no Ultimate após sofrer a terceira vitória consecutiva. Ex-campeã do LFA, a colombiana não vence desde setembro de 2020.

Cody Brundage vira luta e finaliza Dalcha Lungiambula no primeiro assalto

C. Brundage derrotou D. Lungiambula no UFC Las Vegas 50 (Foto: Instagram/UFC)

Na terceira luta da noite, válida pela divisão dos médios (até 83,9 kg), tivemos um exemplo claro de que o jiu-jitsu salva. Levando um atraso na luta em pé, Cody Brundage encontrou uma guilhotina para finalizar Dalcha Lungiambula ainda no primeiro assalto.

A vitória sobre Dalcha Lungiambula foi a primeira de Cody Brundage no UFC. O norte-americano havia estreado com derrota para Nick Maximov em setembro de 2021 e tem agora sete triunfos e dois reveses na carreira.

Do outro lado, Dalcha Lungiambula perdeu a segunda consecutiva no UFC. É a primeira sequência de derrotas na carreira do sul-africano, que tem agora 11 vitórias e três reveses no MMA profissional.

Azamat Murzakanov supera Tafon Nchukwi em estreia no Ultimate e se mantém invicto na carreira

A. Murzakanov superou T. Nchukwi no UFC Vegas 50 (Foto: Instagram/UFC)

Na primeira luta do UFC Las Vegas 50, válida pela divisão dos meio-pesados (até 93 kg), Azamat Murzakanov superou Tafon Nchuwki por nocaute técnico no terceiro assalto. Após dois rounds de muito equilíbrio, com leve vantagem do camaronês, o russo conseguiu dar a volta por cima e, com dois bons golpes de esquerda seguidos de uma joelhada certeira, levou a vitória por nocaute técnico em sua estreia no Ultimate.

Com o resultado, Azamat Murzakanov se mantém invicto na carreira profissional. O russo, que chegou ao Ultimate através da última temporada do Contender Series, tem agora 11 vitórias em sua trajetória no MMA.

Tafon Nchukwi, por outro lado, segue em busca de regularidade no octógono. O camaronês alterna vitórias e derrotas desde que estreou no Ultimate, em 2020, e tem agora dois triunfos e dois reveses na organização.

Podcast #69: Alex Poatan brilha e Adesanya sai vaiado no UFC 276