Alvo de Deiveson, Kai Kara-France escapa de suspensão médica e está liberado para voltar ao octógono

Neozelandês derrotou Askar Askarov no UFC Columbus, no último sábado (26) e chegou ao segundo lugar dos moscas

K. Kara-France (dir.) superou A. Askarov por pontos no UFC Columbus. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Após derrotar e acabar com a invencibilidade de Askar Askarov no UFC Columbus, no último sábado (26), Kai Kara-France alcançou o segundo lugar no ranking dos moscas (até 56,7 kg) e se consolidou como um dos fortes candidatos a disputar o cinturão em breve, tendo sido inclusive desafiado pelo campeão Deiveson Figueiredo.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Nesta quarta-feira (30), o neozelandês superou o primeiro obstáculo rumo a uma possível disputa de cinturão. Kai Kara-France passou ileso na lista de suspensões médicas do UFC Columbus e está pronto para retornar ao octógono assim que o Ultimate quiser.

Entre todos os atletas que atuaram no evento do último sábado, quatro receberam suspensões por tempo indeterminado. Entre eles Curtis Blaydes, vencedor da luta principal ao nocautear Chris Daukaus no início do segundo assalto. O peso pesado (até 120,2 kg) precisa de liberação de um ortopedista por conta de uma lesão no pé direito antes de voltar a atuar. Derrotado da luta principal, Daukaus recebeu uma suspensão de 30 dias pela derrota por nocaute técnico.

PUBLICIDADE:

Os outros nomes suspensos por tempo indeterminado são Danaa Batgerel, vítima do nocaute da noite por parte de Chris Gutierrez, Marci Diakiese e Viacheslav Borschev, que se enfrentaram na abertura do card principal.

Bruno Souza, Matheus Nicolau, Jennifer Maia e Karol Rosa, os quatro brasileiros em ação no evento, também escaparam das suspensões médicas.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano