McGregor ofende a elite dos pesos penas, mas poupa José Aldo

Irlandês destila sua ira sobre todos os integrantes do top 10 da categoria, deixando de lado apenas o campeão e o último desafiante

C. McGregor incorporou definitivamente o lado provocador para tentar acelerar sua subida no ranking do UFC

C. McGregor incorporou definitivamente o lado provocador para tentar acelerar sua subida no ranking do UFC

O irlandês Conor McGregor aparenta ter entendido exatamente o caminho das pedras para ter futuro no UFC. Dentro do octógono, talento e capacidade de finalizar as lutas. Fora, provocação. Desta vez, o peso pena apontou sua metralhadora para toda a elite da categoria. A maioria foi ofendida, mas McGregor aliviou para dois concorrentes.

O lutador foi ao Twitter avisar seus seguidores que a contusão no joelho obtida na luta contra Max Holloway, no último sábado, não é grave. Aproveitando que já estava na rede social, ele disparou contra a concorrência. Frankie Edgar e Chad Mendes foram chamados de “pesos galos”, por serem considerados pequenos. Cub Swanson e Dennis Siver são “velhos”, “ninguém se importa com” Ricardo Lamas e muito mais. Apenas José Aldo e o Zumbi Coreano Chan Sung Jung foram poupados das provocações.

“(José) Aldo: Salvo. (Chad) Mendes: Peso galo. (Ricardo) Lamas: Ninguém se importa. Cub (Swanson): VELHO. TKZ (Zumbi Coreano): Aberto (para lutar). (Frankie) Edgar: Peso galo. (Dennis) Siver: VELHO. (Dustin) Poirier: Cabeça de ervilha. (Clay) Guida: Chato. (Nik) Lentz: Chato. (Erik) Koch-?”, postou McGregor no Twitter.

No começo desta semana, o técnico de McGregor lançou o desafio para encarar Diego Brandão no UFC 168, em dezembro. O brasileiro prontamente aceitou o combate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments