Na busca por adversários, Borrachinha se revolta e dispara: ‘Bando de frouxo’

Ainda sem estrear na temporada 2022 do UFC, brasileiro desabafa sobre ‘falta de oponentes’ no peso médio; Ele atacou Derek Brunson e Sean Strickland diretamente

Estrela brasileira nos médios (até 83,9kg.) do UFC, Paulo Borrachinha segue na tentativa de fazer sua estreia no octógono pela temporada 2022. Preparado e ativo nos treinos, o brasileiro não está satisfeito com a falta de adversários e não poupou os companheiros de categoria de críticas. Em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, o mineiro desabafou sobre a situação.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Ex-desafiante ao cinturão da categoria até 83,9kg., Borrachinha não se apresenta desde outubro de 2021. Na ocasião, o brasileiro protagonizou uma verdadeira batalha no octógono, mas acabou superado por Marvin Vettori, na decisão dos juízes.

Cadê os rivais?

Ansioso para realizar seu primeiro compromisso no ano, Borrachinha não esconde a revolta com a falta de adversários. Atual número quatro no ranking, o atleta disparou contra representantes do top 5 do grupo, criticando nomes como Derek Brunson e Sean Strickland.

PUBLICIDADE:

“Estou totalmente disponível para fazer minhas lutas. O que está dificultando são os adversários. Tentei dois adversários, o Sean Strickland e o Derek Brunson. Os caras são vergonhosos. É vergonhoso ver a atitude deles. (…) Derek Brunson falou que sou peso pesado e não tenho que lutar com os médios. É um frouxo de um nível que nunca vi igual. Já sabia que era, mas não neste nível. (…) Ele só quer lutar comigo quando tenho luta marcada. (…) É um bun** mole e o Sean Strickland também”, afirmou.

Nada de meio-pesado

Sem adversários do top 5 disponíveis ou dispostos a enfrentá-lo, Borrachinha é categórico ao tratar de um possível teste nos meio-pesados (até 93kg.). Na elite da divisão até 83,9kg., o mineiro descarta mudar de categoria, mesmo que por uma única apresentação.

“Não tem nenhuma (possibilidade). Zero (chances). Vou lutar no peso médio. Estou fazendo dieta há dois meses não é à toa. É um sacrifício enorme. Sabe o que é viver com 5% de gordura pesando 97kg.? Não posso comer nada frito. Faço a dieta para bater 84kg. (…) Eu preciso de dois meses para bater o peso. Já estou em dieta, em treinamento, no peso que deveria estar, pensando em lutar em um mês e meio. Só falta o adversário”, encerrou.

PUBLICIDADE:

Histórico do atleta

Promessa brasileira nos médios, Borrachinha soma 15 apresentações no MMA. Profissional desde 2012, o mineiro de 30 anos tem 13 vitórias e dois tropeços.

O combatente disputou o título dos médios em 2020. Na ocasião, o lutador acabou superado pelo campeão Israel Adesanya e perdeu a invencibilidade em sua trajetória na modalidade.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276