Borrachinha admite sondagens fora do UFC e não descarta ‘dar tempo’ em companhia para novos desafios

Sem adversários para sua estreia na temporada 2022, brasileiro admite chance de se testar, inclusive, no boxe

Destaque brasileiro no peso médio (até 83,9kg.) do UFC, Paulo Borrachinha mostra respeito à empresa, mas admite que há chances de se testar em outra organização no futuro. Na busca por adversários para sua estreia na temporada 2022, o mineiro admitiu ter sido sondado por outras organizações e fala em ‘chance real’ de analisar as propostas. Em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, o atleta falou sobre o assunto.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Têm sondagens para lutar em outros eventos, lutar boxe, lá fora, aqui no Brasil. Tem um monte de coisas. Opção não falta. Tudo é real”, garantiu o ex-desafiante ao cinturão da divisão até 83,9kg.

Atual número quatro no ranking dos médios, Borrachinha faz questão de mostrar respeito à grandeza do UFC, enquanto organização de MMA. O lutador, então, afirma que uma eventual saída pode não ser definitiva, mas, sim, temporária.

PUBLICIDADE:

“O UFC é o maior evento do mundo. Não quer dizer que eu vá me aposentar. Pode, por exemplo, ‘dar um tempo’, e fazer um outro tipo de apresentação. Hoje, a gente vê grandes eventos pagando muito dinheiro, para lutar boxe, por exemplo”, encerrou.

Destaque na divisão atualmente liderada por Israel Adesanya, Borrachinha busca por um oponente para realizar sua estreia na temporada 2022. Na mesma entrevista, o brasileiro criticou duramente nomes da divisão como Sean Strickland e Derek Brunson, que recusaram compromissos contra o mineiro.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano