Cain Velasquez quebra silêncio, se pronuncia após prisão e faz apelo às ‘verdadeiras vítimas’; veja

Lenda do MMA publicou uma mensagem pela primeira vez desde que foi preso sob acusação de tentativa de homicídio

C. Velasquez (foto) recebeu dez acusações após tentativa de homicídio (Foto: Reprodução Facebook Cain Velasquez)

Ex-campeão peso pesado (até 120,2kg.) do UFC, Cain Velasquez se manifestou, por meio das redes sociais, nesta terça-feira (12) pela primeira vez desde que foi preso em San José, na Califórnia (EUA) por tentativa de homicídio. Em publicação nas redes sociais, a lenda do MMA agradeceu o apoio de fãs e encorajou as ‘verdadeiras vítimas’ do caso para que falem publicamente sobre o ocorrido.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Para todos que expressaram seu apoio, minha família e eu nunca seremos capazes de agradecer o suficiente. Do fundo de nossos corações e das profundezas de nossas almas, somos gratos por todo amor recebido. Os gestos e palavras gentis me deram forças em momentos sombrios. A história é complexa e está lentamente se desenrolando. Às verdadeiras vítimas deste caso, que Deus lhes dê força para se apresentarem. Embora seja muito difícil reviver a dor que aconteceu com você, ao falar a verdade, a justiça será feita e sua verdadeira cura poderá começar. Eu nunca vou parar de ajudar ou amar minha comunidade e todos vocês. Obrigado por me amarem”, escreveu Velasquez.

Entenda o caso

Aos 39 anos, Velasquez foi preso em 28 de fevereiro de 2022, por tentativa de homicídio. A lenda dos pesados atirou contra um homem, que teria molestado um membro, que seria menor de idade, de sua família. Cain disparou no veiculo e acertou o padrasto do acusado no braço.

PUBLICIDADE:

Posteriormente, o norte-americano foi acusado de tentativa de homicídios e uma série de outras acusações, que podem chegar de 20 anos à prisão perpétua. Ele ainda teve uma audiência de fiança negada após a juíza do caso, Shelyna Brown, julgar as ações do lutador como ‘imprudentes’ e que, caso ele fosse solto, poderia colocar outras vidas em risco.

Leia na íntegra a publicação de Cain Velasquez

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276