AO VIVO

Acompanhe o UFC 276, com disputas de cinturão e Alex Poatan

Ao ver performance de Chimaev contra Durinho, veterano pede cautela para desafios a Usman

Ex-UFC, Brian Stann acredita que sueco precisa de mais testes antes de encarar campeão dos meio-médios

K. Chimaev (dir.) é o atual número três da divisão liderada por K. Usman (esq.). Foto: Reprodução/Instagram

Antigo representante do Ultimate, Brian Stann tem um ‘conselho de amigo’ para dar a Khamzat Chimaev. Ao acompanhar a batalha do sueco contra Gilbert Durinho no UFC 273, o veterano do MMA não está seguro de que seja uma boa ideia para o jovem desafiar Kamaru Usman, por eventual disputa de cinturão. Em entrevista ao ‘The MMA Hour’, o ex-lutador explicou sua posição.

PUBLICIDADE:

Veja Também

277999256_352302953628304_5148115889021389967_n

“Se eu sou seu empresário, falaria: ‘Não precisa ter muita pressa (para chegar ao topo da categoria). A recompensa é Kamaru Usman. Se você quer tentar bater aquele monstro, precisamos ter certeza de que você está confortável, ganhando muito dinheiro e com uma coleção de vítimas no currículo. Não adianta apenas treinar muito. Mentalmente e esportivamente, Kamaru Usman pode ser o melhor lutador do planeta”, disse Stann.

Embora não esteja certo de qual seria o desfecho em eventual encontro entre Chimaev e o ‘Pesadelo Nigeriano’, Brian deu seu palpite. O veterano acredita que toda a confiança do ‘pupilo de Dana White’ pode cair por terra quando estiver frente a frente com o campeão.

PUBLICIDADE:

“Não sei se ele está pronto e poderia amassar Kamaru. Acho que ele não pode vencer da maneira que diz. Ele (Chimaev) precisa pensar dessa forma, mas ninguém entra no octógono e atropela Kamaru. Isso não vai acontecer”, encerrou.

No UFC 273, Khamzat passou pelo maior desafio de sua carreira como profissional no MMA, mas não teve vida fácil. Contra Gilbert Durinho, o sueco levou sustos e, pela primeira vez, venceu em uma decisão dos juízes.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276