Apesar de derrota, Gilbert Durinho valoriza feitos em luta contra Khamzat Chimaev e provoca sueco

De acordo com dados da ‘Fight Analytics’, brasileiro tocou Khamzat 217 vezes em combate no card principal do último sábado (9)

G. Durinho em duelo contra K. Chimaev (Foto: Reprodução/Instagram)

No último sábado (9), Gilbert Durinho se apresentou no Ultimate para encarar Khamzat Chimaev, em combate cercado de expectativas no UFC 273. No entanto, o brasileiro acabou derrotado pelo sueco na decisão unânime dos juízes após verdadeira ‘guerra’ no octógono, que faturou o prêmio de ‘Luta da Noite’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

277999256_352302953628304_5148115889021389967_n

Apesar de ter saído com a derrota, Durinho não se deixou abater com o resultado negativo. Em seu ‘Twitter’ oficial, ele comparou os perigos que trouxe para Chimaev, que havia sido tocado apenas uma vez em quatro lutas no Ultimate.

Segundo dados fornecidos pela ‘Fight Analytics’, o sueco precisou lidar com 217 ataques de Gilbert. O brasileiro chegou a conectar 64 golpes significativos, contra 60 de Khamzat. Entretanto, ele levou desvantagem em controle de cage e solo, que podem ter feito a diferença ao adversário nos pontos.

PUBLICIDADE:

Ainda assim, o saldo ficou positivo para Durinho, que reafirmou seu poder técnico e resistência. O niteroiense foi elogiado pelo presidente do Ultimate, Dana White, que admitiu que o brasileiro receberia o pagamento de vencedor, assim como Khamzat. Agora quarto no ranking, Gilbert conta com um histórico de 20 resultados positivos e cinco negativos em sua carreira no MMA.

Confira os números do embate entre Durinho e Chimaev no UFC 273

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano