Jake Paul reforça respeito pelo boxe e diz que estaria ‘preso ou morto’ se não fosse a nobre arte

Fenômeno das redes sociais, o youtuber está invicto com cinco vitórias desde que decidiu se aventurar no esporte

J. Paul está invicto nos desafios de boxe. Foto: Reprodução/Instagram

Mesmo invicto na carreira e tendo nocauteado inclusive o ex-campeão do UFC Tyron Woodley em dezembro do ano passado, Jake Paul continua encontrando resistência de muitos fãs de boxe, que acreditam que suas não devem ser levadas a sério. O “Garoto Problema” diz entender a perspectiva dessas pessoas.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista recente concedida ao lendário treinador Teddy Atlas, Jake Paul reforçou o respeito que tem pela nobre arte e seus principais objetivos nessa empreitada.

“Eu entendo a perspectiva das pessoas que dizem que isso é um circo e não é boxe de verdade. Mas, de novo, tudo que estou fazendo é trabalhar, tentar ser melhor na academia e enfrentar oponentes cada vez mais duros. Eu respeito este esporte mais do que qualquer coisa. Acho que quem coloca as luvas de dez onças e entra naquele ringue deve ser respeitado pois está arriscando a vida e, no final das contas, é por isso que levo tão a sério. Tudo o que eu sempre quis foi contribuir para o esporte, trazer novos olhares e ajudar lutadores a receberem mais”, disse o youtuber.

PUBLICIDADE:

Jake Paul afirma que se sente “em dívida” com o boxe, pois, segundo ele, estaria “preso ou morto” se não fosse pela nobre arte.

“O boxe salvou a minha vida, então eu devo muito a ele. Eu estaria na prisão ou provavelmente morto em algum lugar se não fosse pelo boxe, porque eu estava seguindo um caminho bem estranho nos meus 20 e poucos anos. Por isso, eu devo tudo a esse esporte. É por isso que sou tão apaixonado por tornar o boxe grande novamente. Espero aos poucos fazer por merecer o respeito das pessoas”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276