AO VIVO

Assista à coletiva pós-UFC 276 com Adesanya, Poatan e mais

Tyson Fury anuncia aposentadoria do boxe, mas mantém portas abertas para ‘duelo de titãs’ com Ngannou

O histórico peso pesado britânico optou por pendurar as luvas após nocautear Dillian Whyte, no último sábado (23)

T.Fury anunciou aposentadoria do boxe (Foto: Instagram/TopRank)

Uma das carreiras mais vencedoras da história dos pesos pesados da nobre arte chegou ao fim no último sábado (23). Após nocautear Dillian Whyte no sexto round, em um Wembley lotado, o multicampeão mundial Tyson Fury anunciou a aposentadoria do boxe profissional. O britânico deixa o esporte com um cartel de 32 vitórias, sendo 23 por nocaute, um empate e nenhuma derrota.

PUBLICIDADE:

Veja Também

O anúncio da aposentadoria foi feito por Tyson Fury logo após a vitória sobre Whyte. O peso pesado britânico afirmou que já havia optado por pendurar as luvas antes mesmo da vitória na trilogia contra Deontay Wilder, em outubro de 2021, mas decidiu aceitar a luta contra Dillian Whyte, em Wembley, para se despedir dos fãs lutando em casa.

“Antes da trilogia contra Deontay Wilder, eu estava em casa em Vegas e disse à minha esposa Paris que aquela seria minha última luta. Eu apenas não quero mais lutar. Ela ficou feliz e concordou. Após o combate eu estava no chuveiro e disse que aquela havia sido definitivamente a última luta. Eu estava feliz com a decisão, mas recebi uma ligação de Frank Warren dizendo que poderíamos fazer uma luta em casa, em Wembley. Então falei para minha esposa que precisava fazer isso mais uma vez. Foi uma decisão difícil, porque eu estava feliz aposentado. Voltei para esta luta enorme em casa. Foi incrível. Não havia desfecho melhor. Foram anos vivendo um conto de fadas. Foi absolutamente mais do que sonhei quando criança e enquanto adulto. Ganhei todos os cinturões que podia ganhar. Não há nada mais que eu possa faze. Ganhei todos os cinturões em jogo. Se fosse um jogo de computador, com certeza estaria zerado”, disse o campeão.

PUBLICIDADE:

Engana-se, no entanto, quem pensa que a aposentadoria de Tyson Fury impeça o tão aguardado duelo contra o campeão peso pesado do UFC, Francis Ngannou. O britânico garantiu que ainda tem interesse em realizar lutas de exibição e incluiu o camaronês em sua lista de desafios, se colocando a disposição para duelar em regras especiais.

“Não vou descartar lutas de exibição, é claro. Me dê um pouco daquele dinheiro de Floyd Mayweather. Quero me divertir. Eu sou ótimo em entreter. Francis Ngannou esteve aqui hoje, ele está na minha lista para uma luta de exibição. Como ele quiser, em um cage, no ringue de boxe, com luvas de boxe ou do UFC, podemos fazer acontecer. Acho que todos querem ver isso. Sou um monstro, então será um duelo de titãs, com certeza”, garantiu Fury.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276