AO VIVO

Poatan massacra no UFC 276 e chega em Adesanya. SUPER LUTAS debate

Dana White mantém posição contrária ao duelo entre Francis Ngannou e Tyson Fury: ‘Luta estúpida’

O presidente do UFC reforçou que é contra o combate entre os pesos pesados e usou termos fortes para justificar a sua discordância

T. Fury e F. Ngannou mostram cada vez mais interesse em duelo Foto: Reprodução/Youtube

Cada vez mais especulado, inclusive entre os dois lutadores, o duelo entre Tyson Fury e Francis Ngannou, nas regras do boxe, não deve sair do papel, pelo menos no que depender da vontade de Dana White. Em entrevista ao programa ‘The Pat McAfee Show’, o presidente do UFC reforçou a sua posição contrária ao confronto e classificou a luta como ‘estúpida’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Eles têm falado sobre isso e tudo. Pessoal, Fury é o melhor boxeador, um dos maiores boxeadores de todos os tempos. Você olha para os caras que ele derrotou e com que facilidade ele os está vencendo. Não sei, vamos ver como tudo isso se desenrola. Eu não amo as lutas de crossover. Eu não as amo, porque são estúpidas. É um enorme desperdício de tempo, energia e dinheiro. É bobo, mas eu entendo. O boxe é uma grande vantagem para Tyson Fury. Ngannou acabou de lutar wrestling com Gane. Se você sabe alguma coisa sobre luta, é uma conversa boba”, disse Dana, de forma veemente.

Questionado sobre o porque não ter tomado a mesma atitude quando aconteceu o duelo entre Floyd Mayweather e Conor McGregor, o mandatário justificou a permissão anterior, alegando que o confronto, antes mesmo de acontecer, transcendeu ‘os limites do esporte’.

PUBLICIDADE:

“A questão é que a luta entre McGregor e Mayweather ganhou vida própria. Em todos os lugares que eu fui, as pessoas estavam me perguntando. Chegou a um ponto em que os fãs queriam ver essa luta, a mídia queria ver essa luta e você me conhece. As pessoas não estão batendo na nossa porta por essa luta”, finalizou o ‘chefão’.

O rumores de um possível confronto entre Ngannou e Fury cresceram consideravelmente no último dia 23 de abril, quando o britânico venceu o seu compatriota Dillian Whyte com um nocaute no sexto round. Com Tyson ainda no cage, o camaronês subiu no ringue e fez o desafio de forma ‘oficial’, o que foi prontamente aceito pelo peso pesado da nobre arte. Porém, no que depender de Dana White, o confronto não sairá do campo das especulações.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276