Massaranduba dá show, bate Danny Roberts e consegue primeira vitória brasileira no UFC 274

Aos 43 anos, o piauiense esbanjou boa forma e foi o único brasileiro a vencer no card preliminar do evento

F. Massaranduba derrotou D. Roberts no UFC 274. Foto: Reprodução/Instagram

Na nona luta do UFC 274, Francisco Massaranduba mostrou que realmente “nasceu para bater em outro homem”. No auge de seus 43 anos, o piauiense superou Danny Roberts na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 29-28) e conquistou a única vitória brasileira no card preliminar.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com o resultado, Francisco Massaranduba tem agora duas vitórias consecutivas e cinco nas últimas seis lutas e encerrou a sequência de duas vitórias de Danny Roberts no UFC.

A LUTA

Massaranduba começou a luta indo à caça de Danny Roberts. O britânico tentou um chute, mas acabou escorregando. O brasileiro aproveitou e colocou o adversário de costas na grade, conectando um bom uppercut na saída. De volta ao centro do octógono, Massaranduba continuou andando para a frente, enquanto Roberts aproveitava a vantagem de envergadura para soltar golpes na longa distância. Apesar da diferença de tamanho, o brasileiro tinha mais sucesso em conectar seus golpes do que o britânico. Em uma investida de Roberts, Massaranduba contragolpeou com uma combinação muito rápida de jab, direto e um cruzado na saída. Na reta final do round, Massaranduba conectou mais um bom cruzado. Os dois atletas ainda chegaram a trocar alguns golpes após o soar do gongo, mas se cumprimentaram e seguiram para seus córners.

PUBLICIDADE:

Logo no início do segundo assalto, Massaranduba conectou um golpe de encontro que fez Roberts perder a perna. Ainda grogue e com um sangramento, o britânico sobreviveu à pressão do brasileiro e os dois voltaram ao centro do octógono. Sentindo o bom momento, Massaranduba foi à caça, e soltou um golpe de esquerda na linha de cintura de Roberts, que “dobrou”. No solo, o brasileiro chegou à posição de 100 kg, soltou cotoveladas e esboçou um katagatame, mas perdeu a pegada. Na meia-guarda, Massaranduba continuou amassando Roberts com golpes de cima para baixo. No minuto final, o brasileiro foi para as costas do britânico, que conseguiu se levantar. Os dois então foram para a trocação completamente franca até o final do assalto.

Em vantagem na luta, Massaranduba diminuiu o ritmo no início do terceiro round. Roberts foi para cima e soltou uma boa joelhada voadora, mas o brasileiro absorveu bem. Os dois cruzaram de esquerda praticamente ao mesmo tempo e o britânico buscou o clinch, mas não conseguiu manter. Em mais um contragolpe de esquerda, Massaranduba fez Danny Roberts “perder as pernas” novamente. O brasileiro seguiu com mais um direto de esquerda limpo. No minuto final, Danny Roberts foi para o tudo ou nada, mas recebeu um bom gancho de Massaranduba. O gongo final soou no momento que o brasileiro buscava uma queda.

PUBLICIDADE:

Confira as estatísticas do duelo entre Francisco Massaranduba e Danny Roberts

PUBLICIDADE:

Brandon Royval dá show e finaliza Matt Schnell no primeiro round

B. Royval finalizou M. Schnell no UFC 274 (Foto: Instagram/UFC)

A sétima luta do UFC, válida pela divisão dos moscas (até 56,7 kg), Brandon Royval mostrou que o jiu-jitsu está em dia e finalizou Matt Schnell no primeiro round. O “Raw Dawg” escapou de uma tentativa de guilhotina do rival e usou o mesmo golpe para finalizar o combate logo na sequência.

A vitória sobre Matt Schnell foi a segunda consecutiva de Brandon Royval, que havia batido o brasileiro Rogério Bontorin em janeiro. Sexto colocado no ranking, o norte-americano se recuperou das derrotas consecutivas para Brandon Moreno e Alexandre Pantoja.

Matt Schnell, por sua vez, perdeu pela primeira vez desde 2019. O nono colocado no ranking vinha de uma vitória e uma luta sem resultado no octógono do UFC.

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano