AO VIVO

Acompanhe a PFL 5 2022, com esquadrão brasileiro em ação

Blachowicz revela interesse em ir à Singapura para assistir luta pelo cinturão entre Glover e Prochazka no UFC 275

Estrela do espetáculo deste sábado, polonês afirma que aguarda convite para presenciar evento que acontece em 11 de junho

J. Blachowicz em vitória no UFC. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Vitorioso no confronto contra Aleksandar Rakic neste sábado (14), pelo Ultimate, Jan Blachowicz faz ‘campanha’ para ser confirmado como próximo desafiante ao cinturão dos meio-pesados (até 93kg.). Ex-campeão da categoria, o polonês afirma que gostaria de estar presente em Singapura para acompanhar o confronto entre Glover Teixeira e Jiri Prochazka, no UFC 275.

PUBLICIDADE:

Veja Também

280686436_504075551464527_1352853375064691740_n

“Eu nunca tive em Singapura. Então, por que não? Gosto de estar em uns lugares novos. Se me convidarem, eu vou. Mas, antes de tudo, preciso ver o que aconteceu com meu olho (atleta sofreu um corte na luta contra Rakic). Vou ficar aqui (em Las Vegas) por uns dias com meu filho e minha noiva para aproveitar os Estados Unidos. Mas, se me chamarem com a família, eu vou”, afirmou Jan, em coletiva após sua vitória contra Rakic.

Disposto a acompanhar de perto o confronto entre Glover e Prochazka, que medem forças em 11 de junho pelo cinturão dos meio-pesados, Blachowicz espera poder desafiar o vencedor do confronto. Caso seja confirmado como desafiante, o polonês poderá receber a revanche contra Teixeira, ou o compromisso inédito com Jiri.

PUBLICIDADE:

Campeão da divisão até 93kg. entre 2020 e 2021, Jan somou uma defesa de título. Na segunda tentativa de se manter no trono, o ‘gigante’ acabou finalizado por Teixeira.

O embate contra Aleksandar marcou a primeira apresentação de Blachowicz desde a perda do título. Na luta, o ex-campeão foi declarado vencedor no terceiro round, após o austríaco acusar uma lesão no joelho e acabar sem condições de seguir no embate.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano