Brandon Moreno duvida de lesão de Deiveson Figueiredo e revela culpados pela não realização da quadrilogia

O mexicano insinuou que o brasileiro não está realmente machucado e acusou a equipe do campeão de ser 'má-influência' em sua carreira

D. Figueiredo e B. Moreno se encaram antes de duelo no UFC 263. Foto/Reprodução: Instagram

Após muita especulação, a quadrilogia entre Brandon Moreno e Deiveson Figueiredo não foi oficializada, pelo menos por enquanto. Escalado para lutar pelo cinturão interino dos moscas (até 56,7kg), o mexicano insinuou que a lesão do brasileiro não seja verdadeira e culpou a equipe do campeão pela não realização do confronto. A declaração foi dada em entrevista ao ‘MMA Junkie’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Olha, qualquer um pode tirar suas próprias conclusões, mas o que eu acho é que ele está dando desculpas desde o início.  Ele até tentou dizer que sou racista e esse tipo de coisa. Eu sinto que depois que isso não funcionou para ele, ele não teve escolha a não ser dizer que está lesionado e não pode lutar”, disse Moreno.

O ex-campeão declarou que não acha o brasileiro ‘uma pessoa ruim’, mas culpou a equipe do atleta tupiniquim pelas atitudes que ele tomado na sua carreira.

PUBLICIDADE:

“Olha, de todas as pessoas que eu falo sobre isso em torno da situação e todos com quem eu discuti isso, chegamos à conclusão de que ele não é uma pessoa ruim. Eu só acho que ele não é tão inteligente, vamos apenas dizer. Eu acho que ele se cerca de pessoas que se acham inteligentes, mas no final das contas, não importa quão boa pessoa você seja, você é quem toma suas decisões, entende o que quero dizer?”, explicou Brandon.

Os últimos três duelos da carreira de Brandon foram contra Deiveson, com o retrospecto de uma vitória para cada lado e um empate na trilogia que fez história na divisão. Com a lesão do campeão, Moreno irá enfrentar o neozelandês Kai Kara-France, no UFC 277, marcado para o dia 30 de julho. O mexicano possui um retrospecto no MMA de 19 triunfos, seis reveses e dois empates.

Podcast #69: Alex Poatan brilha e Adesanya sai vaiado no UFC 276