AO VIVO

Acompanhe a PFL 5 2022, com esquadrão brasileiro em ação

Júnior Cigano tem braço deslocado e perde para Yorgan de Castro em estreia frustrante no Eagle FC

Na luta principal do Eagle FC 47, o brasileiro teve combate duro e viu seu ombro sair do lugar no terceiro round

J. Cigano (esq.) teve braço deslocado diante de Y. de Castro (dir.) no Eagle FC. Foto: Reprodução/Twitter

Sem atuar desde dezembro de 2020, Júnior Cigano retornou ao MMA nesta sexta-feira (20), na luta principal do Eagle FC 47. Em equilibrado duelo diante de Yorgan de Castro, o ex-campeão peso pesado (até 120,2kg.) do UFC levava vantagem, quando teve o braço deslocado e estreou com o ‘pé esquerdo’ na organização de Khabib Nurmagomedov.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Com isso, Cigano chega em sua quinta luta sem vitória na carreira. Agora, o brasileiro – que é profissional desde 2006 – coleciona um retrospecto de 21 resultados positivos e dez negativos.

De Castro, por outro lado, chega em seu nono triunfo. O cabo-verdiano, que é lutador desde 2017, também tem outros três reveses e vive grande momento desde que saiu do UFC, em 2021.

PUBLICIDADE:

A Luta

Cigano começou trabalhando para medir a distância e aplicou o primeiro golpe da luta com vários chutes baixos, que foram ironizados por Yorgan. O cabo-verdiano visava se aproximar no raio de ação, mas não achava seu adversário no primeiro instante. Júnior acabou encurralado por De Castro, que passou a gostar do duelo e aplicou bons golpes junto à grade.

O segundo assalto começou com tudo. Yorgan partiu para cima, encurtou e tentou trabalhar com ímpeto agressivo, mas viu Cigano ‘grudar’ – sem sucesso – em busca de uma queda. Ainda na trocação, o cabo-verdiano era superior no volume de golpes e cortava a distância com facilidade. Júnior, no entanto, voltou a crescer no duelo com outros chutes baixos que faziam o oponente sentir.

PUBLICIDADE:

Já no terceiro e último assalto, a lesão aconteceu. Cigano se aproximou com um soco frontal e, no mesmo instante, percebeu que havia deslocado. Yorgan avisou o árbitro do que havia ocorrido e o brasileiro não conseguiu seguir no duelo.

PUBLICIDADE:

Resultados do Eagle FC 47

CARD PRINCIPAL

Peso pesado (até 120,2kg.): Yorgan De Castro derrotou Junior Cigano por nocaute técnico (lesão no ombro) aos 35seg. do R3

Peso meio-pesado (até 93kg.): Thiago Silva x Hector Lombard terminou sem resultado a 1m44s do R2 por um golpe ilegal do brasileiro no cubano

Peso médio (até 83,9kg.): Maki Pitolo derrotou Doug Usher por nocaute a 30seg. do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Andrew Sanchez derrotou Gabriel Checco na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve (até 70,3kg.): Akhmed Aliev derrotou Darrell Horcher por nocaute técnico (socos) a 30seg. do R1

CARD PRELIMINAR

Peso leve (até 70,3kg.): Islam Mamedov finalizou Zach Zane com um mata-leão a 1m50seg. do R1

Peso meio-pesado (até 93kg.): Ronny Markes derrotou Reggie Peña por nocaute técnico (lesão no joelho) a 1m21seg. do R2

Peso leve (até 70,3kg.): Roosevelt Roberts derrotou Alexandre Capitão na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Paulo Bello derrotou Sean Soriano na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.):  Adi Alic derrotou Shawn Bunch na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Dylan Mantello derrotou Dennis Hughes por interrupção médica a 5m do R2

 

 

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano