AO VIVO

Assista à coletiva pós-UFC 276 com Adesanya, Poatan e mais

Com luta marcada, Glover Teixeira volta atrás e evita projetar data para aposentadoria

Antes de enfrentar Jiri Prochazka no UFC 275, brasileiro volta a falar sobre término de carreira e cita Henry Cejudo por 'cautela' para decisão

G. Teixeira é campeão dos meio-pesados do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Campeão peso meio-pesado (até 93kg.), Glover Teixeira tem luta marcada diante de Jiri Prochazka no UFC 275, que acontece no dia 11 de julho. O brasileiro, em entrevista recente, revelou que o combate deve marcar suas últimas apresentações na carreira.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em entrevista ao ‘MMA Fighting’, no entanto, Glover parece ter refletido sobre o assunto e mostrou uma outra versão da possibilidade. Ao falar em chance de aposentadoria, o brasileiro revelou que não deseja tomar uma decisão precipitada e, por isso, quer apenas viver cada momento na parte final de sua trajetória.

“Eu quero me aposentar e disse que o cenário perfeito é eu vencer esse cara em Singapura e lutar contra Jan (Blachowicz) no Madison Square Garden (Estados Unidos) em novembro e depois encerrar. Mas eu não quero tomar uma decisão precipitada. Acho que é uma possibilidade, mas não quero parar e me desesperar depois. Até mencionei Henry Cejudo. Nada contra o cara, eu amo o garoto, mas você o vê aposentado e ele sabe que quer voltar. Não quero tomar essa decisão assim, mas seria uma possibilidade, sim”, disse Teixeira.

PUBLICIDADE:

Profissional desde 2002, Glover chegou ao ápice de sua carreira no último mês de outubro, quando finalizou o polonês Jan Blachowicz e conquistou o cinturão dos meio-pesados do UFC. Próximo de completar 43 anos de idade, o atleta tupiniquim possui um cartel de 33 triunfos e sete reveses no esporte.

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276