Babuíno brilha e vence argentino no Circuito Talent de MMA 3

Veteranos mostram suas forças com boas vitórias; Campeã mundial de Jiu-Jitsu finaliza em sua volta ao cage

Babuíno (foto) venceu argentino no Circuito Talent de MMA. Foto: Divulgação

Babuíno (foto) venceu argentino no Circuito Talent de MMA. Foto: Divulgação

A terceira edição do Circuito Talent de MMA, evento realizado neste sábado (28), em Guarulhos, trouxe um card repleto de veteranos e jovens promessas do MMA nacional. O resultado foi um show com bons combates e apenas duas de 14 lutas terminaram na decisão. Na atração principal da noite, Marcos Babuíno deu show e bateu o argentino Enéas Gringo.

A luta

Aos 37 anos, Marcos Babuíno provou que vive grande fase na carreira. Ele anotou sua 10ª vitória consecutiva ao bater o argentino Enéas “Gringo” Gonçalves na decisão unânime dos juízes.

O brasileiro travou um round inicial disputado, mas com o argentino tomando a iniciativa da luta. Babuíno soltou o seu jogo na segunda etapa depois de conectar boa sequência em seu adversário, que balançou acusando o ataque. Apostando em golpes plástico a partir daí, ele foi melhor também no terceiro round, garantindo sua vitória na decisão majoritária dos juízes laterais.

“Na pesagem ele não me olhou nos olhos, mas dentro do cage foram 15 minutos de olho no olho. Ele tentou me desequilibrar na encarada da pesagem, mas não caio mais nessa. Estou com 37 anos e enfrentando garotos de 20, 21 anos. Comigo não tem essa de correr de luta”, desabafou Babuíno, que comemorou seu triunfo ao lado de Diego Lima, líder da Chute Boxe São Paulo, e Felipe Sertanejo e Lucas Mineiro, atletas do UFC.

Udi Lima e Talita Treta finalizam mais uma

Na segunda luta mais importante da noite, Udi Lima, veterano do extinto Rio Heroes, não deu chances para Paulão Silva e anotou sua 19ª finalização no cartel ao pegar as costas de seu adversário ainda de pé e ajustar o mata-leão que decretou sua vitória no primeiro round.

Também na etapa inicial, mas tendo que superar um ataque perigosíssimo de sua adversária, Talita “Treta” Nogueira voltou em grande estilo ao cage. Longe desde novembro de 2010, ela escapou de uma guilhotina aplicada por Rosemary Amorim para montar e atacar no arm-lock, registrando sua quinta vitória em cinco lutas no MMA profissional.

“Para quem não me conhece, sou Talita Treta, muito prazer. Eu voltei”, avisou a campeã mundial de Jiu-Jitsu de 2011.

Confira abaixo os resultados completos do Circuito Talent de MMA 3

Marcos Babuíno (Macaco Gold Team) derrotou  Enéas Gringo (Gringo Fight Team) an decisão majoritária dos juízes;

Udi Lima (Gracie Fusion) finalizou Paulão Silva (Guarulhos Fight Team) com um mata-leão no R1;

Jorge Michelan (Checkmat) finalizou Edvaldo Gameth (Team Master) com uma chave de calcanhar no R1;

Bruno Suema (Morganti Jiu-Jitsu) finalizou Eduardo Duka (Team Fúria) com uma guilhotina no R1;

Átila Cowboy (Team Master) venceu Washington Mamute (Guarulhos Fight Team) por decisão majoritária dos juízes laterais

Talita Treta (Gracie Fusion) finalizou Rosemary Amorim (Bronx Gold Team) com um arm-lock no R1;

Thiago Ferrari (011 MMA Team) derrotou Tiago Samurai (Power Lotus) por nocaute técnico no R1;

Robson Negão (Team Conde) derrotou Tito Santos (Gracie Fusion) na decisão dividida dos juízes

Anderson Berinja (Babuíno Gold Team) derrotou Zé Reborn ( Reborn Team) por nocaute no R2;

Kitner Moura (Gracie Fusion) derrotou Marcelo Gonçalves (B9 Team) por nocaute técnico no R2;

Lucio “Bart Simpson” (Garcia Combat Club) derrotou Vinny Loureiro (Chute Boxe) por nocaute no R1;

Marcio Teles (Team Master) finalizou Nelson Filho (Team Drago) com um mata-leão no R1;

Edson Cabelo (Barbosa Jiu Jitsu) finalizou Renan Codorna (Família Furacão) com um katagatame no R2;

Chico Bento (Garcia Combat Club) derrotou Leonardo “Monster” Molina (BTT) por nocaute técnico no R1;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments