Paddy Pimblett se irrita, responde TJ Dillashaw por críticas sobre peso e chama ex-campeão de ‘trapaceiro’

Inglês, que foi criticado por suposto descuido no peso, diz que norte-americano não seria campeão do UFC sem uso de anabolizantes

P. Pimblett em treinamento no Instituto de Performance do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

A guerra de palavras entre Paddy Pimblett e TJ Dillashaw teve um novo capítulo. Na última quarta-feira (1), o inglês recebeu duras críticas sobre seu aumento de peso fora do período de competições e resolveu responder. Em seu ‘Twitter’ oficial, ‘The Buddy’ chamou o ex-campeão de trapaceiro por caso de suspensão por doping no passado.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Esse cara (TJ Dillashaw) costumava vender camisetas com sua cara gorda dizendo ‘Tyler gordo’ quando ele saía do acampamento? Não se esqueça do seu próprio passado, ‘salsicha’. Trapaceiro, cabeça de suco, que nunca teria ganhado um cinturão sem aqueles esteróides”, disse Pimblett em alusão à camisa que TJ costumava comercializar por ganhar peso após vitórias no UFC.

A polêmica, em questão, começou após TJ Dillashaw questionar o ‘foco’ de Pimblett em se tornar campeão do UFC. Segundo o ex-campeão, a promessa não tinha os cuidados necessários com seu corpo e poderia ter graves problemas no futuro por se descuidar no período fora de treinos.

PUBLICIDADE:

Paddy conseguiu boa vitória sobre Rodrigo Vargas no UFC Londres, que aconteceu em março deste ano. Agora, ele se prepara para nova apresentação contra Jordan Leavitt, em duelo previsto para julho. Em sua trajetória, são 18 triunfos e três reveses no MMA profissional.

Caso de doping

Antes de ser flagrado no doping, o atleta desceu para os moscas (até 56,7kg.), mas acabou superado por Henry Cejudo na tentativa de somar seu segundo título. Meses após a dura derrota para o ‘Triplo C’, em 2019, a USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos) comunicou a punição máxima ao ex-campeão por uso da substância proibida EPO (eritropoietina).

PUBLICIDADE:

TJ, então, passou por suspensão de dois anos e retornou com maestria para vencer Cory Sandhagen em julho de 2021. Porém, o norte-americano acabou lesionando seu joelho e está em parte final da recuperação, podendo, inclusive, disputar o cinturão dos galos (até 61,2kg.) contra Aljamain Sterling na próxima apresentação pelo

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano