AO VIVO

Assista à coletiva pós-UFC 276 com Adesanya, Poatan e mais

Deiveson Figueiredo surpreende e critica trabalho do empresário Wallid Ismail; confira a declaração

Em entrevista ao ‘Canal Encarada’, campeão dos moscas do UFC admite relação abalada com o agente

D. Figueiredo derrotou B. Moreno no UFC 270. Foto: Reprodução/Instagram

Desapontado com a atual situação do peso mosca (até 56,7kg.) do Ultimate, o campeão linear, Deiveson Figueiredo, voltou a desabafar sobre a criação do cinturão interino no grupo. Irritado, o brasileiro não escondeu a decepção e chegou a criticar o trabalho de seu empresário Wallid Ismail. Em entrevista ao ‘Canal Encarada’, o ‘Deus da Guerra’ abriu o jogo sobre a relação com o agente.

PUBLICIDADE:

“Até agora, meu empresário ficou em silêncio (sobre a criação do cinturão interino nos moscas). Estou até pensando em trocar de empresário. Durante toda essa carreira, nunca recebi uma visita do Wallid aqui em Belém do Pará. Nunca falou comigo para eu ir para outra equipe. Ele está em silêncio e eu também estou. Acho que este casamento está indo por água abaixo”, disse Figueiredo.

Veja Também

Em recuperação de uma lesão na mão, Deiveson acompanhará de longe o desfecho do confronto entre Brandon Moreno e Kai Kara France. Os atletas medirão forças no UFC 277, que acontece em 30 de julho.

PUBLICIDADE:

Na mesma entrevista, Deiveson admitiu que buscará, pelo menos, mais duas defesas de cinturão na categoria. O combatente, porém, revelou a intenção de se apresentar no peso galo (até 61,2kg.) no futuro.

Em seu segundo reinado nos moscas, Deiveson retomou o trono da categoria em janeiro de 2022. Na ocasião, o brasileiro venceu uma verdadeira batalha na trilogia contra Brandon Moreno.

PUBLICIDADE:

Podcast #68: Adesanya, Poatan e Volkanovski: Tudo sobre o UFC 276