Vai dar Brasil? Lutadores dão palpites para luta entre Glover Teixeira e Jiri Prochazka no UFC 275

Júnior Cigano, Alexandre Pantoja, Johnny Walker, Alex Poatan e Quemuel Ottoni analisam luta mais importante do Ultimate deste sábado (11)

Neste sábado (11), Glover Teixeira tenta defender seu cinturão dos meio-pesados (até 93kg.) pela primeira vez em combate diante de Jiri Prochazka que tem animado a comunidade de MMA. Em entrevista exclusiva ao canal do SUPER LUTAS, cinco atletas analisaram e deram seus palpites para o duelo mais aguardado do UFC 275.

PUBLICIDADE:

Júnior Cigano

“Vai ser uma luta muito interessante de ver, até pelo estilo do Prochazka que é diferenciado. Ele vai para cima, aceita a trocação. O Glover é um cara duríssimo, de quem eu sou muito fã e gosto do estilo, a confiança e a energia. Eu vejo como uma luta daquelas muito boas, mas vejo vitória do Glover, lutando com inteligência e sabendo utilizar bem as ótimas ferramentas que ele tem. Acho que o grappling será fundamental para essa vantagem que o Glover vai ter sobre o Prochazka. Glovão finaliza mais um, na minha opinião. É mais uma grande vitória para manter o cinturão e seguir caminhando por uma linda história”, analisou o baiano.

Veja Também

Alexandre Pantoja

“O Glover está vindo muito forte. A gente está tendo campeões que não têm o recorde perfeito, que já foram derrotados. E acho que isso tende a ser uma nova fase do UFC. Lutadores que já foram derrotados e aprenderam com isso. E o Glover está vindo aí, dando exemplo para muita gente. Não só torço, como sei que ele tem muito mais jogo que o cara. O jiu-jitsu está ficando muito forte nas lutas de cinturão. Acho que o Glover Teixeira pega (Jiri Prochazka) ali também”, afirmou Pantoja, peso mosca do UFC.

PUBLICIDADE:

Johnny Walker

“Eu acho que Jiri tem muita arma na trocação. Ele chuta, dá joelhada e cotovelada, e se movimenta muito bem. Mas eu vi que o Dominick Reyes o botou para baixo e ele ficou meio perdido. Não tem um jogo de chão bom. Ele não confia e ficou meio travado. Não tentou nada. Se o Glover o botar para baixo, se ‘moscar’, vai perder pescoço, braço ou tomar muita pancada”, ponderou o peso meio-pesado.

Alex Poatan

“Eu vejo um Glover completo. Eu vejo o pessoal dando muito crédito na parte de chão, mas eu treino com ele ali e sei que ele está super bem, trocando porrada ali. Desde quando cheguei até o último treino o cara só vem crescendo e melhorando a cada treino. Para ser sincero, ele está preparado para tudo. Na última luta pelo cinturão, contra o Blachowicz, ele trocou porrada. Finalizou, mas já estava metendo porrada. Eu sei de uma coisa: está muito bem treinado, empolgado e feliz. Eu não consigo enxergar essa luta dando errado para ele não”, disse Poatan, que treina com Glover Teixeira.

PUBLICIDADE:

Quemuel Ottoni

“Eu creio que o começo seja difícil para o Glover. Jiri Prochazka tem um início muito forte. Mas eu creio que o Glover vai estar achando a distância dele, tendo cuidado e creio que, por volta do segundo round, ele consiga entrar com um single leg ou double leg para cair nas costas dele. Eu creio que o Glovão vai meter um mata-leão nas costas dele para acabar com a luta”, finalizou o campeão do ‘Jungle Fight’.

PUBLICIDADE:

Podcast #67: Durinho fez o pix para Yanex após nocaute em lutador que falou mal do Brasil + UFC Austin: card do ano