Promessa do UFC exalta Taila Santos e diz que apostaria na brasileira em revanche com Valentina Shevchenko

Maycee Barber ressalta que o 'choque de cabeças' fez com que Taila perdesse o confronto diante da campeã

T. Santos (esq.) entregou luta dura, mas perdeu par V. Shevchenko (dir.) nos pontos. Foto: Reprodução/Twitter @ufcespanol

No UFC 275, Taila Santos quase realizou um feito histórico e, por pouco, não destronou o legado de Valentina Shevchenko nas moscas (até 56,7kg.). E, para parte da comunidade do MMA, a brasileira teria chances reais de se tornar campeã em caso de novo encontro com a quirguiz.

PUBLICIDADE:

Em entrevista ao ‘The MMA Hour’, Maycee Barber, enalteceu o desempenho de Taila, que fez luta equilibrada e acabou tendo uma lesão no osso orbital após choque de cabeças com Valentina. A promessa do Ultimate, agora, declarou que a brasileira foi prejudicada pelo lance e poderia ter saído com os ‘braços erguidos’.

Veja Também

278106507_3080089665563572_7688575833298783120_n

“Eu senti que, se não tivesse o ‘choque de cabeças’, a luta teria um resultado diferente. Taila estava fazendo um trabalho excelente e, antes da luta, ninguém a conhecia. Eu fiquei meio chateada comigo mesma por não ter prestado atenção. Ela é uma lutadora muito boa”, disse Barber.

PUBLICIDADE:

E não para por aí. Maycee, inclusive, considera que Santos deveria ter uma nova chance pelo título e, desta vez, pode vencer Shevchenko.

“Sinto que ela, caso consiga a revanche, venceria. É a única que conseguiu expor a Valentina da forma com que ela fez. Parabéns para a Valentina por conseguir manter o título, mas eu realmente acho que seria um duelo diferente, caso não houvesse o choque de cabeças”, concluiu.

Taila Santos vai ficar um período em recuperação, já que fraturou o osso orbital de seu rosto em cabeçada contra Valentina Shevchenko no quarto round. Ainda assim, ela seguiu no duelo e foi derrotada na decisão dividida dos juízes. Em seu cartel, agora, são 19 resultados positivos e dois negativos.

PUBLICIDADE:

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC