Sexto colocado dos leves, Beneil Dariush revela que esperava enfrentar Islam Makhachev pelo cinturão

O pupilo de Rafael Cordeiro admitiu que foi surpreendido com o nome de Mateusz Gamrot e reclamou de ser 'injustiçado' pelos grandes nomes da divisão

B. Dariush em vitória no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Após muita reclamação do seu empresário, Beneil Dariush finalmente teve luta marcada no Ultimate. Entretanto, o peso leve (até 70,3kg) foi sincero ao admitir que esperava enfrentar Islam Makhachev, pelo cinturão vago da categoria, e reclamou de não ser mais bem ‘observado’ pelos grandes nomes da divisão. A declaração foi dada em entrevista ao ‘MMA Junkie’.

PUBLICIDADE:

LEIA MAIS: Beneil Dariush enfrenta Mateusz Gamrot no UFC 280, em outubro

Veja Também

“Eu não sei se eu estava esperando por isso (enfrentar Mateusz Gamrot), mas eu sabia que se Charles (do Bronx) esperasse por Conor (McGregor), eles fariam o Islam (Makhachev) e eu pelo cinturão. Eu não estou muito chocado com isso. A coisa boa de ir para Abu Dhabi é, digamos, se o Islam ou Charles não aparece, eu seria o substituto número um”, disse Dariush.

PUBLICIDADE:

Com sete vitórias consecutivas na organização, Beneil reclamou de não ser ‘respeitado’ pelos grandes nomes da divisão dos leves, mesmo sem sofrer nenhuma derrota desde março de 2018.

“Um cara como eu, vamos ser honestos: eu não sou, tipo, uma superestrela. E o mais assustador sobre mim é que eu praticamente ‘como’ estrelas, é o que eu faço. Eu ‘como’ a estrela, e não me torno uma estrela. Então é um pouco complicado”, finalizou o peso leve.

Aos 33 anos, Beneil vive grande momento na organização e, caso vença Mateusz Gamrot, pode alcançar o top-5 da divisão dos leves. O iraniano radicado nos Estados Unidos possui um cartel de 21 triunfos, quatro reveses e um empate como profissional.

PUBLICIDADE:

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC