Mark Hunt revela ter rejeitado primeira proposta por luta contra Pezão

Ex-companheiro de treinos do brasileiro, neozelandês agora se diz abençoado pela oportunidade

M. Hunt (foto) foi companheiro de treinos de Pezão na ATT. Foto: Josh Hedges/UFC

M. Hunt (foto) foi companheiro de treinos de Pezão na ATT. Foto: Josh Hedges/UFC

Confirmado como luta principal do UFC Fight Night 33, no próximo dia 6 de dezembro na Austrália, o combate entre Antônio “Pezão” Silva e Mark Hunt por pouco não ficou somente no planejamento. Isso porque, em entrevista ao site “MMA Fighting”, Hunt revelou que rejeitou o confronto na primeira oferta do Ultimate.

“Eu rejeitei a luta. Eu queria um oponente diferente. Eu não queria essa luta porque ele é membro da American Top Team (ATT). Não só isso, mas a mesma coisa tinha acontecido com o Cheick Kongo. Nós trabalhamos juntos antes. Como eu disse antes, porém, sou funcionário da companhia. É o nosso trabalho. Negócios à parte, ainda seremos amigos, vamos dizer oi, isso e aquilo. É assim que as coisas são”, disse o neozelandês.

Hunt também relembrou da contribuição do brasileiro em suas preparações anteriores. “Quando eu estava trabalhando com o Pezão, estava treinando para enfrentar Stefan Struve. E por causa do Pezão descobri o quão ruim minha perna estava. Era meu Ligamento Cruzado Posterior. Ele estava chutando ali e foi assim que descobri. Foi bom, Aí tive de desistir da luta com uma semana de antecedência, o que é realmente repugnante”, comentou.

Mesmo com as ressalvas iniciais, Mark Hunt garante que atualmente vê com bons olhos o confronto contra Antônio Silva. “A verdade é que é realmente uma benção. Sou grato ao UFC por me dar esta oportunidade, especialmente após ser nocauteado por Junior dos Santos em Las Vegas. Sou realmente grato ao Dana (White) e eles por me darem esta oportunidade”, afirmou o peso pesado. “Novamente, é um grande passo para mim. Pezão é o número quatro do mundo. E e u não estou nem no top-10, eu acho. Sou abençoado”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments