Tibau comemora participação em mais um evento de destaque do UFC

Potiguar já lutou em dez eventos com disputa de cinturão, e fará 11ª atuação no UFC 168, quando enfrentará Michael Johnson

Gleison Tibau é o primeiro brasileiro oficializado no UFC 164

No próximo dia 28 de dezembro, Gleison Tibau terá mais uma oportunidade de fazer parte de um momento histórico dentro do UFC. O brasileiro novamente foi escalado para lutar em um dos cards mais importantes do ano, no evento que irá promover duas disputas de cinturão.

No UFC 168, Anderson Silva tentará recuperar o cinturão dos médios contra Chris Weidman, enquanto que, na categoria galo feminina, Ronda Rousey defende seu título contra Miesha Tate. O evento vem gerando altas expectativas da torcida, e Tibau, escalado para enfrentar Michael Johnson, comemorou o fato de poder atuar em um dia de destaque para o UFC.

“Nunca recusei luta e sempre estive pronto para atender a qualquer chamado do UFC. Luto para vencer sempre, e acho que por isso sou recompensado em grandes cards”, afirmou o potiguar.

Logo em sua estreia no UFC, em 2006, Tibau participou do evento que viu Georges St. Pierre roubar o título dos meio-médios contra Matt Hughes. “Foi uma edição muito importante para o UFC, e acabou sendo para mim também, já que fui chamado às pressas para enfrentar o Nick Diaz e aceitei. A vitória não veio, mas foi a minha porta de entrada no evento e no cenário internacional do MMA”, relembra.

Ele também lutou em outros nove eventos que tiveram disputa de cinturão, incluindo os UFCs 81 (Rodrigo Minotauro contra Tim Sylvia, pelo título interino dos pesados), 104 (Maurício Shogun contra Lyoto Machida, pelo título dos meio-pesados), 148 (Chael Sonnen contra Anderson Silva, pelo título dos médios) e 156 (Frankie Edgar contra José Aldo pelo título dos penas).

Para o evento que marcará o fim do ano de 2013 para o UFC, Tibau aposta em vitória do desafiante. “Eu acredito que o Anderson deva estar com fome de lutar, louco para reconquistar o cinturão que foi dele por muitos anos. Ele parece estar mais concentrado e vai vencer o Chris Weidman, que é um grande lutador também”, apostou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments