Morango, sobre luta com Miller: ‘Agora é a minha vez de brilhar’

Brasileiro enfrentará contra duro adversário no UFC 168, mas vê em sua preparação um trunfo para evitar surpresas

Morango (foto) encara Miller no UFC 168. Foto: Josh Hedges/UFC

Morango (foto) encara Miller no UFC 168. Foto: Josh Hedges/UFC

Diante de um duro desafio no UFC 168, Fabrício “Morango” Camões considera ter se preparado da melhor forma possível e se diz pronto para “brilhar” no octógono. O faixa preta de jiu-jitsu enfrentará o veterano Jim Miller no dia 28 de dezembro, em Las Vegas, Estados Unidos, e acredita que os treinamentos realizados na academia Kings MMA, de Rafael Cordeiro, evitarão surpresas desagradáveis no combate.

“Me cerquei dos melhores parceiros de treino que eu poderia ter, com os mestres Rafael Cordeiro e Royler Gracie. Eles me deram um ótimo apoio e acho que chegarei à luta com meus 110%”, afirmou, em entrevista ao portal norte-americano RM Sports. “Treinei com verdadeiros matadores, como Jake Ellenberger e Rafael dos Anjos. Esses caras vão me deixar preparado para qualquer tipo de desafio.”

O brasileiro reconhece as qualidades de Miller, mas confia que esta luta será fundamental para alavancar sua carreira dentro do UFC. “Acho que o ritmo que eu levarei à luta é mais forte do que o de Jim Miller. Ele é um ótimo atleta – não me entenda errado, eu não estou o subestimando. Ele tem um grande potencial, mas acho que agora é a minha vez. Quero ir lá e brilhar, levar essa vitória não importa o que aconteça”, comentou.

Apesar de reconhecer que suas armas principais estão na luta no solo, Morango avisa que pode surpreender em pé. “Melhorei muito o meu jogo de trocação, e pude mostrar isso em minha última luta, contra Melvin Guillard. Ele é um ótimo trocador, mas eu consegui lutar de igual para igual com ele em pé. Desde que comecei a treinar com Rafael Cordeiro, eu vejo a grande evolução em meu jogo”, destacou.

Atualmente em sua segunda passagem pelo UFC, Morango vem de derrota para Guillard, em luta realizada em julho de 2012. Já Miller também foi batido por seu último adversário, Pat Healy, mas viu a luta ser transformada em um no-contest após o rival ser flagrado no exame antidoping.

A luta principal do UFC 168 será a disputa do cinturão dos médios, a revanche entre Chris Weidman e Anderson Silva. No co-evento principal, Ronda Rousey defende o cinturão da categoria galo feminina contra sua rival Miesha Tate. Confira abaixo o card completo da noite de lutas:

CARD PRINCIPAL

Chris Weidman vs. Anderson Silva;

Ronda Rousey vs. Miesha Tate;

Josh Barnett vs. Travis Browne;

Fabrício “Morango” Camões vs. Jim Miller;

Diego Brandão vs. Dustin Poirier.

CARD PRELIMINAR

Uriah Hall vs. Chris Leben;

Michael Johnson vs. Gleison Tibau;

Manny Gamburyan vs. Dennis Siver;

Siyar Bahadurzada vs. John Howard;

William Patolino vs. Bobby Voelker;

Estevan Payan vs. Robert Peralta.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments