Cormier pede chance pelo título, mas Jon Jones diz não ter interesse | SUPER LUTAS

Cormier pede chance pelo título, mas Jon Jones diz não ter interesse

Segundo campeão, ex-peso pesado ainda não lutou contra os principais nomes da divisão até 93 kg

J. Jones (esq.) acredita que D. Cormier (dir.) ainda deve enfrentar lutadores de mais renome na divisão. Foto: Produção MMA Press (Josh Hedges/UFC)

J. Jones (esq.) acredita que D. Cormier (dir.) ainda deve enfrentar lutadores de mais renome na divisão. Foto: Produção MMA Press (Josh Hedges/UFC)

O ex-campeão do GP do extinto Strikeforce Daniel Cormier é apontado por muitos como um dos possíveis futuros desafiantes ao cinturão dos meio-pesados, principalmente após sua estreia arrasadora na divisão – com a vitória relâmpago sobre Patrick Cummins no UFC 170. Ciente disso, comentando a capacidade do campeão Jon Jones de escolher seus adversários, Cormier pediu uma chance pelo título durante sua participação no podcast “The Great MMA Debat”.

“Esta é uma mensagem para Jonny ‘Bones’ Jones: Ei, Jon. Aqui é Daniel Cormier. Cara. Meu irmão. Estou pedindo gentilmente. Eu não sou agressivo. Eu não estou tentando criar um conflito, Jon. Só estou perguntando, se você estaria disposto a me dar uma chance para lutar com você. Por favor, Jon. Por favor, meu irmão. Tome essa decisão”, disse Cormier, durante sua participação no programa do site do canal norte-americano “FOX Sports”.

Em sua resposta, inicialmente Jon Jones evitou o desafio do rival. “Minha resposta é: Ei, DC. Eu realmente respeito o que você fez em seu corte de peso. Acho que isso foi extremamente inspirador para diversas pessoas. Isso mostra que tipo de coração você tem e que você está disposto a sacrificar as refeições para chegar aos 93 kg”, disse o campeão em tom de brincadeira, em uma mensagem gravada que foi reproduzida durante o “The Great MMA Debat”.

Depois, no entanto, Jones foi direto ao assunto. “Em primeiro lugar, já que você está falando respeitosamente, eu vou te dar parabéns pela sua vitória e sua perda de peso. Mas, com relação a lhe dar uma chance de título, não tenho interesse em lutar com você agora. Simplesmente pelo fato de você realmente não ter lutado contra alguém que eu considere o um lutador de alto nível. Estou cansado de ver os meio-pesados ​​do UFC lutarem lutadores menos qualificados e chegarem ao cinturão. Eu realmente quero ver um desafiante potencial enfrentar outro desafiante potencial e eu acho que você precisa lutar contra alguém um pouco mais reconhecido do que Patrick Cummins. Lute contra o Rashad [Evans], lute contra um atleta legítimo, cara. Então, só aí, eu acharia um pouco mais apropriado para lhe dar essa chance de título”, disparou.

Jon Jones, de 26 anos, possui um cartel de 19 vitórias e apenas uma derrota – por desqualificação, em decorrência de cotoveladas ilegais. Em setembro do ano passado, ao vencer seu sexto desafiante, o norte-americano bateu o recorde de defesas de cinturão consecutivas na categoria até 93 kg – antes em posse de Tito Ortiz. O número um do ranking peso por peso encara o brasileiro Glover Teixeira no dia 26 de abril e já fica de olho no UFC Fight Night 37 neste sábado (8), já que uma vitória de Alexander Gustafsson sobre Jimi Manuwa deve garantir ao sueco uma revanche contra o campeão. Já Daniel Cormier, de 34 anos, possui um histórico invicto de 14 vitórias. No UFC desde o ano passado, DC já venceu Frank Mir, Roy Nelson e, mais recentemente, Patrick Cummins.

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments