Promessa do peso pesado vence luta monótona contra antigo representante dos médios no UFC Las Vegas 72

Em seu segundo desafio no Ultimate, Martin Buday tem performance discreta, mas faz o suficiente para superar Jake Collier

Martin Buday (dir.) aplica golpe em Jake Collier (esq.) no UFC Las Vegas 72. Foto: Reprodução/Instagram

Promessa da Eslováquia na divisão dos pesados (até 120,2kg.), Martin Buday não brilhou, mas fez o suficiente para vencer no UFC Las Vegas 72. Adversário de Jake Collier no confronto que encerrou o card preliminar deste sábado (29), o combatente levou sustos no primeiro round, mas se aproveitou do desgaste físico do rival para reverter a situação preocupante. Ao fim de três rounds, o lutador foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes.

Com a vitória, Buday segue com 100% de aproveitamento no Ultimate. Além de confirmar a invencibilidade na empresa, o atleta atingiu a marca de 11 resultados positivos em sequência.

PUBLICIDADE:

Antigo campeão do RTP no peso médio, Collier fica em situação delicada na companhia. Agora, o lutador acumula seis tropeços nos últimos 10 compromissos no Ultimate.

Vitória sem brilho

O confronto começou com os atletas trocando golpes perigosos no centro do octógono. Collier avançou e acuava o adversário com diretos e jabs, obrigando o rival a caminhar para trás. Buday passou a responder às investidas também apresentava perigo ao oponente. Com pouco mais de um minuto, Jake era mais agressivo e atacava com diretos e cruzados. Buday continuava apostando no contragolpe, mas era frequentemente atingido pelo adversário. No minuto final, Martin se desequilibrou e caiu ao arriscar um chute. Imediatamente, Collier chegou às costas e lançava socos de cima para baixo. De costas para o oponente, Buday apenas protegia a cabeça, mas acabou salvo pelo gongo.

PUBLICIDADE:

No segundo round, Collier voltou tomando a iniciativa. Após vantagem na primeira etapa, o ‘gigante’ continuava caminhando em direção ao adversário, que economizava nos ataques. Buday continuava ‘tímido’ no confronto e pouco agredia. Perto da metade do assalto, os lutadores davam sinais de cansaço, o que esfriou a peleja. Restando pouco mais de dois minutos, Martin passou a se soltar e se aproveitava da condição do adversário, que já não assombrava como antes. A etapa acabou com os atletas trocando forças nas grades.

No último assalto, o cansaço de Jake permitia a evolução do adversário. Na metade do round, os golpes dos lutadores já não imprimiam contundência. Restando dois minutos, Collier pressionou Martin contra as grades, mas Buday lançava ganchos no clinch. Quase no minuto final, Martin conseguiu levar o duelo para o chão, enquanto Jake travava a peleja. Nos segundos finais, Buday atacava no ground and pound, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

Cody Durden não finaliza mas vence com domínio

Cody Durden (dir.) derrotou Charles Johnson (esq.) no UFC Las Vegas 72. Foto: Reprodução/Instagram

Representante da tradicional ‘American Top Team’, Cody Durden tentou, mas não conseguiu a vitória na via rápida. Adversário de Charles Johnson, o combatente subiu no octógono com estratégia traçada e cumpriu à risca o plano dos professores. Mesmo sem finalizar, o lutador não deu chances ao adversário ao longo de três rounds e deixou o embate com o triunfo na decisão unânime dos juízes.

Com o triunfo, Durden amplia o bom momento. Agora, o atleta soma três vitórias seguidas e, em entrevista ainda no octógono, pediu um adversário ranqueado para o próximo compromisso.

PUBLICIDADE:

Anulado no embate, Johnson teve o sinal de alerta ligado. O tropeço faz com que o lutador acumule três reveses nos últimos cinco desafios.

‘Ronda Russa’ brilha em estreia no UFC

Irina Alekseeva (dir.) finalizou Stephanie Egger (esq.) no UFC Las Vegas 72. Foto: Reprodução/Instagram

Conhecida como ‘Ronda Russa’, Irina Alekseeva deu um verdadeiro show em sua estreia no UFC. Depois de não bater o peso, a lutadora se redimiu em grande estilo. Diante de Stephanie Egger, a lutadora mostrou personalidade e partiu para cima da rival do início ao fim. Depois de se aproveitar de um erro da oponente, a combatente mostrou senso de vitória e conquistou o triunfo via chave de joelho.

Com o triunfo, ‘Ronda Russa’ soma seu segundo resultado positivo em sequência.

Superada no evento, Egger perde a terceira com as luvas da organização. Agora, a atleta acumula três vitórias e três derrotas na empresa.

‘Penetra’ dá show e finaliza

Marcus McGhee (esq.) finalizou Journey Newson (dir.) no UFC Las Vegas 72. Foto: Reprodução/Instagram

Escalado de última hora para enfrentar Journey Newson, Marcus McGhee impressionou. Substituto de Bruan Kelleher, o antigo representante da LFA fez valer a aposta da organização. Inserido no card preliminar, o lutador ‘abriu a caixa de ferramentas’ e mostrou versatilidade. Após primeiro round agressivo, o lutador chegou ao triunfo com uma finalização, via mata-leão, na segunda etapa.

Com o triunfo, McGhee ampliou o bom momento. Além de estrear com o pé direito na companhia, o atleta, agora, soma três triunfos seguidos.

Superado no espetáculo, Newson acabou se complicando na companhia. O novo tropeço marca a de quatro reveses nas últimas seis apresentações.

Luta estreantes movimenta evento

Jamey-Lyn Hort (dir.) atinge Hailey Cowan no UFC Las Vegas 72. Foto: Reprodução/Instagram

Um confronto de estreantes marcou o desafio que abriu o UFC Las Vegas 72. Em luta no peso galo (até 61,2kg.), a invicta Jamey-Lyn Horth tinha o compromisso de impressionar e manter os 100% de aproveitamento no cartel. Pela frente, a canadense tinha a também debutante Hailey Cowan. Ao longo de três rounds, as atletas empolgaram e, com o fim dos 15 minutos previstos, Horth foi declarada vencedora na decisão unânime.

Com o resultado, Horth mantém sua invencibilidade no MMA profissional. Agora, a lutadora soma seis triunfos em sequência.

Depois de falhar no corte de peso nas vésperas do show, Cowan tem mais o que lamentar. Ex-campeã do LFA, a atleta teve encerrada uma sequência de dois triunfos.

Estatísticas do UFC Las Vegas 72

Resultados do UFC Las Vegas 72

CARD PRINCIPAL 

Peso galo (até 61,2kg.): Song Yadong derrotou Ricky Simon por nocaute técnico a 1m10s do R5

Peso médio (até 83,9kg.): Caio Borralho finalizou Michal Oleksiejczuk com um mata-leão a 2m49s do R2

Peso médio (até 83,9kg.): Rodolfo Vieira finalizou Cody Brundage com um katagatame a 1m28s do R2

Peso pena (até 65,7kg.): Fernando Padilla derrotou Julian Erosa por nocaute técnico a 1m41s do R1

Peso pesado (até 120,2kg.): Marcos Pezão derrotou Waldo Cortes-Acosta na decisão dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio (até 77,1kg.): Trey Waters derrotou Josh Quinlan na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR 

Peso pesado (até 120,2kg.): Martin Buday derrotou Jake Collier na decisão dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso mosca (até 56,7kg.): Cody Durden derrotou Charles Johnson na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso galo (até 61,2kg.): Irina Alekseeva finalizou Stephanie Egger com uma chave de joelho a 2m11s do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Marcus McGhee finalizou Journey Newson com um mata-leão a 2m03s do R2

Peso galo (até 61,2kg.): Jamey-Lyn Horth derrotou Hailey Cowan na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Leia Mais sobre: , , , , , , , , , , , , ,


Resultados do UFC 300 Resultados do UFC Las Vegas 90 Resultados do UFC Atlantic City Resultados do UFC Las Vegas 89 Resultados do UFC Las Vegas 88