Belfort provoca Wanderlei Silva: ‘Todo mundo quer lutar comigo agora, pegue a senha’

Em hangout com os fãs, carioca disparou contra Weidman e disse que sonha com revanche contra Jon Jones

V. Belfort (foto) enfrentaria Weidman pelo cinturão em maio, mas combate foi suspenso. Foto: Reprodução/YouTube

V. Belfort (foto) enfrentaria Weidman pelo cinturão em maio, mas combate foi suspenso. Foto: Reprodução/YouTube

Adversários no comando técnico do TUF Brasil 1, em 2012, Vitor Belfort e Wanderlei Silva mantêm uma rivalidade intensa até os dias de hoje, apesar de não terem se enfrentado no duelo dos treinadores da edição. Nesta segunda-feira (28), durante um Hangout (bate papo em vídeo por meio da rede social Google +) promovido por um patrocinador, Belfort aproveitou para provocar o “Cachorro Louco” ao ser questionado por um fã sobre as chances de enfrentá-lo.

“Ele (Wand) tem que pegar senha. Todo mundo quer lutar comigo agora. Todo mundo quer aquilo que não conquistou, mas eu quero aquilo que eu conquistei: o cinturão. Eles querem furar a fila, mas a vida não é assim. Pegue a senha, vá para a fila e conquiste seu espaço”, alfinetou o “Fenômeno”. Além disso, o carioca também aproveitou o espaço para atacar outro rival: Chris Weidman – com quem teve compromisso marcado, mas viu a lutar ser suspensa devido às mudanças na regulamentação do TRT. Segundo Vitor, o campeão dos médios tem se apoiado na proibição do tratamento de reposição hormonal para evitar um confronto entre eles.

“Meu único desejo pessoal é conquistar o cinturão. Quero ser o primeiro atleta a ter três títulos no UFC e fazer história. Não estou lutando por dinheiro, estou fazendo porque quero deixar um legado. O Weidman se escondeu o tempo inteiro atrás do TRT e conseguiu fazer tirarem o tratamento. Agora estou sem o TRT, então entre no jogo comigo”, desafiou o brasileiro, que revelou já estar apto a lutar sem o tratamento e que precisa apenas da licença para atuar em Las Vegas. “O Dana White já falou que eu sou o cara a disputar o cinturão. Já fiz vários testes pessoais e agora só falta pegar a licença para lutar em Nevada”, completou o carioca.

Apesar de estar focado na disputa pelo cinturão dos médios, Belfort também respondeu aos fãs sobre outro título: o dos meio-pesados. O “Fenômeno”, ex-campeão da categoria, contou que ainda deseja reencontrar Jon Jones, por quem foi derrotado em setembro de 2012 apesar de ter ficado muito próximo da vitória com uma chave de braço. “Essa luta (contra Jon Jones) eu quero fazer de novo com certeza. Essa luta está entalada na minha garganta. Foi um confronto que tive pouco tempo para me preparar e vinha de uma lesão na mão. Não consegui render o meu melhor, mas foi uma luta que me ajudou a crescer. Se Deus quiser, essa chance vai chegar de novo”, disse.

Sem lutar desde novembro do ano passado, quando nocauteou Dan Henderson no UFC Goiânia, Vitor Belfort ainda não sabe quando volta ao octógono. O “Fenômeno” passou por um período de readaptação após a mudança da regulamentação envolvendo o TRT, tratamento ao qual se submeteu nos últimos anos. Em sua carreira, o “Fenômeno” possui um cartel de 24 vitórias e derrotas.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments