‘Já sei o que fazer para vencer Weidman’, garante Lyoto Machida

Brasileiro desafia campeão dos médios no dia 5 de julho, em Las Vegas (EUA)

L. Machida (foto) encara C. Weidman no dia 5 de julho. Foto: Josh Hedges/UFC

L. Machida (foto) encara C. Weidman no dia 5 de julho. Foto: Josh Hedges/UFC

Um campeão é sempre o atleta mais visado de sua divisão e alvo de análise daqueles que o desafiam. Os adversários estudam os pontos fracos do detentor do título e traçam um plano de jogo baseado nas brechas deixadas. E é exatamente isso que assegurou já ter feito o brasileiro Lyoto Machida, que encara Chris Weidman pelo cinturão dos médios em julho. Em clima descontraído, Lyoto afirmou que já sabe o caminho para sair vencedor na luta principal do UFC 175.

“Pode ter certeza (o que já sei o que fazer para vencer Weidman), mas eu não dizer como agora (risos)”, disse Machida, em entrevista ao site “MMA Fighting”. O brasileiro também comentou a situação física de Weidman, que operou recentemente os dois joelhos. “Como campeão, eu sei que ele nunca iria correr riscos desnecessários. Eu não acho que ele vai estar em desvantagem por causa das cirurgias. Ele não arriscaria seu título por isso. Então eu acredito que ele vai estar 100%”, ponderou.

Por fim, Lyoto também falou sobre o acréscimo de tempo que teve para treinar, devido ao adiamento do combate em cerca de um mês. “O tempo extra para treinar foi bom, mas ao mesmo tempo não. Eu estava treinando duro e estaria pronto para lutar em maio mesmo, até porque eu recebi a oferta com dois meses de antecedência. Mas vou usar as semanas extras para trabalhar ainda melhor e chegar lá mais forte”, concluiu.

No dia 5 de julho, no Mandalay Bay, em Las Vegas (EUA), Lyoto Machida busca conquistar seu segundo título do Ultimate. Na data, o brasileiro, ex-campeão dos meio-pesados, encara o campeão Chris Weidman na luta principal do UFC 175. No evento co-principal da noite, Ronda Rousey defende o título da categoria peso galo feminina diante da desafiante Alexis Davis. Além disso, o evento recebe a aguardada luta entre Chael Sonnen e Wanderlei Silva, treinadores do TUF Brasil 3.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments