Barão encerra polêmica sobre salário e renova com o UFC: ‘Tudo foi esclarecido’

Campeão dos galos ainda afirmou que não se vê a frente de José Aldo, como foi colocado por Dana White

Campeão dos galos, Barão (foto) enfrenta Dillashaw neste sábado (24). Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Campeão dos galos, Barão (foto) enfrenta Dillashaw neste sábado (24). Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Esta cobertura é patrocinada por: Esta cobertura é patrocinada por EVERLAST

Uma declaração recente do campeão dos galos Renan Barão questionando os valores recebidos no UFC foi o estopim para que o presidente Dana White repreendesse publicamente o brasileiro. Posteriormente, Dana e Barão trataram de garantir que tudo não passou de um mal entendido e que a situação já estaria completamente resolvida entre o atleta e a organização. Nesta sexta-feira (23), o próprio Barão tratou de demonstrar que está tudo bem na relação com o Ultimate e que finalmente recebeu a valorização requisitada ao anunciar que renovou seu contrato com o principal evento de MMA do planeta.

“Meu contrato acabou de ser renovado. Toda e qualquer polêmica foi esclarecida. Agora tenho mais três lutas pela frente e está tudo ótimo. Tudo está dando certo, como planejado. Quem toma conta disso é o Dedé (Pederneira, treinador de Barão e líder da Nova União), e está tudo bem, tudo bem”, disse o potiguar, em entrevista ao site do canal “ESPN Brasil”.

O campeão dos galos ainda aproveitou para rejeitar o posto de segundo nome peso por peso no UFC concedido por Dana White em entrevista, o que o colocaria à frente do companheiro de treinos e campeão dos penas José Aldo. “Ah, não! Não considero assim. Aldo ainda é o melhor. Ele é o melhor na categoria e eu na minha. Estamos mostrando nosso trabalho. Fiquei muito feliz pelo reconhecimento, que é fruto do meu trabalho. Mas estou chegando agora”, afirmou Barão.

Neste sábado (24), Renan Barão põe o cinturão linear da categoria peso galo em jogo pela segunda vez contra o norte-americano T. J. Dillashaw. O duelo é a luta principal do UFC 173, que acontece em Las Vegas (EUA). Na luta co-principal da noite, após vencer Maurício Shogun por nocaute em Natal (RN), o veterano Dan Henderson encara o campeão do GP dos pesados do extinto Strikeforce e invicto Daniel Cormier.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments