Marcio Lyoto e Vitor Miranda vencem e são os últimos finalistas do TUF Brasil 3

Com os resultados deste domingo, Chael Sonnen vence duelo de técnicos contra Wanderlei Silva por 7x5 e três atletas na final

Lyoto (verde) derrotou Demente (amarelo) na semifinal do TUF

Lyoto (verde) derrotou Demente (amarelo) na semifinal do TUF

Esta cobertura é patrocinada por:    Esta cobertura é patrocinada por EVERLAST

Estão definidos os quatro finalistas da terceira edição do TUF Brasil. No último programa de série, exibido na madrugada desta segunda-feira (26), Marcio Lyoto, entre os pesos médios, e Vitor Miranda, na divisão de pesados, garantiram presença na decisão. Eles venceram Ricardo Demente e Rick Monstro, respectivamente . No último episódio, Antonio Cara de Sapato, nos pesados, e Warlley Alves, nos pesos médios, já haviam confirmado a vaga na final.

Como os vencedores desta edição são atletas do time de Chael Sonnen, o norte-americano venceu o duelo particular dos técnicos contra Wanderlei Silva por 7×5 e colocou três atletas na final.

Agora as finais, que acontecem no próximo sábado (31), no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo, trazem Warlley Alves (time Chael Sonnen) contra Marcio Lyoto (time Chael Sonnen) na categoria de médios. Já na divisão de pesados Antonio Cara de Sapato (time Wanderlei Silva) encara Vitor Miranda (time Chael Sonnen).

O programa

O último episódio da temporada do TUF marcou o clima de encerramento da edição e de despedida entre os lutadores. Sem o concurso de musa e gincanas entre as equipes, que costumam ocupar bastante tempo da edição, o programa foi direto aos combates semifinais, sem deixar passar a importância do TUF para os lutadores. A produção levou até um tatuador a casa para que os atletas marcassem seus corpos com a marca TUF Brasil.

Lyoto x Demente

A disputa entre Marcio Lyoto e Ricardo Demente foi disputada e repleta de alternâncias no controle do duelo. Lyoto começou melhor, trabalhando na média distância com vários chutes no corpo e no rosto de Demente. Por sua vez o representante do time Wand tentava a queda em todo o tempo. Porém, apesar de chegar ao clinch em duas oportunidades, em nenhum momento ele chegou ao seu objetivo.

Depois de conectar um chute na linha de cintura do rival, Marcio esteve perto da vitória. Demente visivelmente sentiu o golpe e andou para atrás. Lyoto aproveitou o momento e trabalhou com mais alguns golpes, porém, não conseguiu encerrar a disputa.

O segundo round seguia o mesmo caminho, com Lyoto mantendo a disputa na média distância. Mas o representante da equipe de Chael Sonnen lesionou o pé no primeiro assalto e não conseguia chutar. Com isso, Demente aproveitou para encurtar a distância, aceitar a trocação e até conectar fortes cruzados.

Na metade da parcial, Ricardo acertou um chute baixo nos genitais de Marcio. Apesar do tempo de recuperação, ele pareceu não estar a vontade no final da parcial e Demente somou pontos. Com a peleja empatada, um round desempate foi o responsável por definir o finalista.

Com os atletas já cansados, o terceiro assalto foi morno. Lyoto, apesar da lesão, voltou a trabalhar com chutes na linha de cintura. Demente tentava encurtar distância andando para frente, mas sem acertar nenhum golpe em cheio. Depois de 15 minutos, os árbitro laterais deram a vitória para Marcio Lyoto na decisão dividida.

Agora, a final dos pesos médios foi fechada entre atletas do time de Chael Sonnen. Marcio Lyoto encara Warlley Alves.

Vitor Miranda vence Rick Monstro.

Vitor Miranda acerta Rick MonstroCom a final dos pesos médios definidos, a última vaga na decisão dos pesados seria colocada em jogo com Vitor Miranda e Rick Monstro. Os lutadores, que são companheiros de equipe na Team Nogueira, tiveram uma visita especial antes do duelo. Rodrigo Minotauro e Rogério Minotouro foram até os vestiários para passar uma mensagem de incentivo aos lutadores.

Assim que o duelo começou ficou claro o interesse dos atletas. Rick tentou encurtar a distância e buscar queda, enquanto Vitor queria trabalhar na trocação. Na curta distância, Monstro, apesar de não conseguir a queda, trabalhou com vários golpes contra Viana.

Vitor, apenas protegeu seu rosto e absorveu os ataques de forma sensacional. Quando conseguiu sair dos socos de Monstro, Miranda soltou uma joelhada no rosto do rival, que sentiu e caiu. Por cima, ele ainda tentou alguns socos, mas o gongo soou anunciando o final da primeira parcial.

Ainda sentindo a joelhada no assalto anterior, Rick tentou começou a parcial logo atacando as pernas de Vitor em busca da queda. Mas, o representante do time Sonnen conseguiu defender e cair por cima. No solo, ele soltou vários socos até o árbitro encerrar a disputa, decretando o nocaute técnico.

Assim que o árbitro encerrou a luta, Miranda não conseguiu se controlar e se jogou no chão, chorando muito, para comemorar o triunfo. Agora, ele enfrenta Antonio Cara de Sapato, que representou o time de Wanderlei Silva, na grande final.

Hortência e Isabel

Ao final do programa, as técnicas convidadas Hortência e Isabel falaram aos lutadores sobre a experiência em participar do TUF Brasil 3 e tiveram seus desempenhos elogiados pelos lutadores. Após o discurso, os lutadores abraçaram as duas “mãezonas”, como foram carinhosamente chamadas. 

Viagem final

Conforme anunciado no último programa, os semifinalistas desta edição tiveram como premiação uma viagem até Las Vegas. Após algumas visitas a pontos turísticos da cidade, os atletas jantaram com Dana White, presidente do UFC. O dirigente elogiou a participação dos lutadores no TUF Brasil 3, mas afirmou que eles precisam lutar bem na grande final para serem ainda mais conhecidos no país.

“Os brasileiros, quando saem do TUF Brasil, ficam famosos assim que o show acaba por causa da sua incrível audiência. Vocês são como estrelas do rock, mas vocês vão ficar realmente famosos se vencerem. Vocês precisam vencer esta última luta, entrar no UFC e começar a ganhar”, disse Dana White.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments