Com performance dominante, Norma Dumont vence e amplia bom momento no UFC Las Vegas 77

Brasileira tem desempenho estratégico contra Chelsea Chandler e soma novo resultado positivo na companhia

Norma Dumont (dir.) em luta contra Chelsea Chandler (esq.). Foto: Reprodução/Instagram

Primeira brasileira a subir no octógono pelo card principal do UFC Las Vegas 77, realizado neste sábado (15), Norma Dumont teve performance dominante. Adversária de Chelsea Chandler, a mineira travou confronto estratégico e não deu chances à rival ao longo de 15 minutos de confronto. Após três rounds, a tupiniquim foi declarada vencedora na decisão unânime dos juízes.

Com o resultado, a brasileira amplia o bom momento na companhia. Agora, a lutadora soma três vitórias seguidas.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Superada por Norma, tem mais o que lamentar. O revés diante da mineira encerra uma sequência de cinco resultados positivos em sequência da combatente.

Após novo triunfo, Dumont fez pedido especial à companhia. Representante dos penas (até 65,7kg.), a lutadora voltou a pedir luta pelo cinturão, que, hoje, está vago, após a aposentadoria de Amanda Nunes.

PUBLICIDADE:

Domínio total

A luta começou com Chandler tomando a iniciativa com um chute baixo. A brasileira descontou com um jab seguido de um cruzado. Ainda no primeiro minuto, Dumont abalou a adversária com um direto e Chelsea literalmente correu da mineira no octógono. Após bom momento, Norma seguiu pressionando a oponente contra as grades. Com quase dois minutos passados, a norte-americana conseguiu se afastar, mas, na sequência, partiu para a luta agarrada e tentava a queda contra a tupiniquim. Pressionada contra a grade, a mineira resistia e evitava ir para o chão com a adversária. Na metade da etapa, Dumont foi para o chão com a rival e caiu em posição de vantagem. Por cima, a tupiniquim agredia com golpes nas costelas. A etapa acabou com a brasileira em vantagem por cima.

No segundo round, Norma balançou a oponente com chutes baixos logo no primeiro minuto. Mesmo em desvantagem na trocação, a norte-americana seguia caminhando na direção da mineira. Com dois minutos passados, Dumont abalou a adversária com um direto. Depois do bom momento, a brasileira levou a oponente para o chão. Por cima, Norma pontuava no ground and pound e seguia controlando as ações. Nos segundos finais, a norte-americana conseguiu ficar de pé, mas não havia mais tempo.

PUBLICIDADE:

O último round começou com Dumont impondo queda logo nos segundos iniciais. Chandler conseguiu ficar de pé, mas era pressionada contra as grades pela brasileira. Na sequência, Chelsea reverteu a situação e levou a tupiniquim para o chão. Norma também conseguiu se levantar, mas era a vez da norte-americana pressionar contra as grades. Com quase dois minutos disputados, Norma, que dava sinais de cansaço, aproveitou oportunidade e voltou a derrubar a adversária. Nos segundos finais, a brasileira agredia no ground and pound, enquanto Chelsea buscava encontrar uma finalização. A luta acabou com domínio da tupiniquim.

Estreante assusta, mas perde para Jack Della Maddalena

Jack Della Maddalena (esq.) em luta contra Bassil Hafez (dir.). Foto: Reprodução/Twitter @UFC

Escalado de última hora para enfrentar o promissor Jack Della Maddalena, Bassil Hafez roubou a cena no confronto contra a aposta para o futuro dos meio-médios (até 77,1kg.). Mesmo sem tempo adequado para a preparação, o atleta chocou com qualidade técnica e resistência, dando trabalho ao adversário em 15 minutos disputados. Ao fim de três rounds, o australiano foi declarado vencedor na decisão dividida dos juízes.

PUBLICIDADE:

Com a vitória, Maddalena confirma o bom momento, atingindo a marca de cinco triunfos seguidos. O atleta também defende a invencibilidade na companhia.

Mesmo com o revés, Hafez causou boa impressão em parte dos espectadores. Para um dos juízes, o combatente saiu vitorioso do confronto.

Argentino protagoniza nocaute brutal

Francisco Prado (esq.) em luta contra Ottman Azaitar (dir.). Foto: Divulgação/UFC

Representante da ‘Paraná Vale Tudo’, Francisco Prado deu show em sua segunda apresentação no UFC. Adversário de Ottman Azaitar, o argentino fez valer a fama de bater rivais na via rápida. Implacável, o peso leve (até 70,3kg.) mostrou versatilidade e, após conectar uma cotovelada giratória, levou o rival à lona e, na sequência liquidou a fatura, triunfando por nocaute técnico ainda no primeiro round.

O triunfo representa o primeiro resultado positivo do atleta no Ultimate. Agora, o argentino de 21 anos soma uma vitória e uma derrota na empresa.

Vítima da agressividade de Prado, Azaitar teve o sinal de alerta ligado. O atleta atingiu a marca de dois reveses em quatro compromissos no Ultimate.

Sul-coreano promove cena inédita a cartel de rival

Jun Yong Park finalizou Albert Duraev no UFC Las Vegas 77. Foto: Reprodução/Instagram

Inserido em luta perigosa no card principal, Jun Yong Park teve performance irretocável no espetáculo. Adversário de Albert Duraev, o sul-coreano controlou o adversário e protagonizou momento inédito na carreira do russo. Após quebrar a confiança do rival ao longo do confronto, o atleta finalizou o oponente com um mata-leão.

A vitória de Yong amplia o bom momento do peso médio (até 83,9kg.). Agora, o sul-coreano soma quatro triunfos seguidos.

Promessa russa da divisão liderada por Israel Adesanya, Duraev sofreu a primeira finalização na carreira. O atleta perde a segunda no Ultimate, tendo dois triunfos e dois tropeços.

Promessa finaliza e mantém invencibilidade no UFC

Nazim Sadykhov após finalizar Terrance McKinney no UFC Las Vegas 77. Foto: Divulgação/UFC

Promessa do MMA no Azerbaijão, Nazim Sadykhov ignorou a agressividade de Terrance McKinney e complicou a situação do rival no UFC Las Vegas 77. Concentrado, o lutador se aproveitou de um descuido do adversário no segundo round para liquidar a fatura. Com mata-leão, o combatente obrigou o adversário a bater em desistência e, assim, somou o segundo triunfo na companhia.

Com o resultado, Sadykhov tem mais o que celebrar. Aposta de seu país para a divisão dos leves (até 70,3kg.), o lutador defendeu a invencibilidade na organização, somando, agora, dois triunfos.

Finalizado no desafio que abriu o card preliminar, McKinney teve o sinal de alerta ligado. O tropeço representa o terceiro resultado negativo do norte-americano em seis compromissos no Ultimate.

Estatísticas do UFC Las Vegas 77

Resultados do UFC Las Vegas 77

CARD PRINCIPAL 

Peso galo (até 61,2kg.): Mayra Sheetara finalizou Holly Holm com um triângulo de mão a 38s do R2

Peso meio-médio (até 77,1kg.): Jack Della Maddalena derrotou Bassil Hafez na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Francisco Prado derrotou Ottman Azaitar por nocaute técnico a 4m05s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Jun Yong Park finalizou Albert Duraev com um mata-leão a 4m45s do R2

Peso pena (até 65,7kg.): Norma Dumont derrotou Chelsea Chandler na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve (até 70,3kg.): Nazim Sadykhov finalizou Terrance McKinney com um mata-leão a 1m07s do R2

CARD PRELIMINAR

Peso pena (até 65,7kg.): Melsik Baghdasaryan derrotou Tucker Lutz na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso palha (até 51,2kg.): Victoria Dudakova derrotou Istela Nunes por nocaute técnico (lesão) a 35s do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Melquizael Costa derrotou Austin Lingo na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 30-27)

Peso leve (até 70,3kg.): Evan Elder derrotou Genaro Valdez na decisão unânime dos juízes (30-26, 29-28, 29-28)

Peso mosca (até 56,7kg.): Azat Maksum derrotou Tyson Nam na decisão dividida dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso leve (até 70,3kg.): Alexander Munoz derrotou Carl Deaton na decisão unânime dos juízes (30-26, 30-27, 29-28)

Peso galo (até 61,2kg.): Ailin Perez derrotou Ashlee Evans-Smith na decisão unânime dos juízes (30-25, 30-25, 30-26)

PFL compra Bellator para bater de frente com UFC + Chimaev desafia Poatan

Leia Mais sobre: , , , , , , , , , , , , ,


Resultados das Finais – PFL Resultados do UFC Las Vegas 82 Principais resultados do Bellator 301 Lutadores campeões em duas categorias do UFC Resultados do UFC 295