Em meio a polêmica, treinador defende Jones: ‘Coragem não é um problema para ele’

Greg Jackson crê que seu pupilo está sendo perseguido e que Cormier pode ser um desafio maior do que o sueco

Jones

Jackson (de boné) saiu em defesa de Jones. Foto: Divulgação

Campeão dos meio-pesados do UFC, Jon Jones tem visto seu nome se envolver em uma grande polêmica nesta semana. Isso porque o lutador vem mostrando preferência em realizar sua próxima defesa contra Daniel Cormier, e não contra Alexander Gustafsson, que é a escolha ideal do Ultimate.

Em meio às diversas críticas ao campeão, o treinador principal de Jones, Greg Jackson, saiu em defesa de seu pupilo. Em entrevista ao site da emissora norte-americana ESPN, Jackson negou que Jones esteja com medo de Gustafsson. “Eu nunca o ouvi dizer que não vai enfrentar Gustafsson novamente, ou que está com medo. Nunca vi isso por parte dele. Não acho que coragem seja um problema para Jon Jones. Ele encara os melhores caras da categoria”, lembrou o treinador.

MAIS SOBRE A NOVELA JONES-GUSTAFSSON-CORMIER:
Dana White: ‘Jones não quer lutar contra Gustafsson’
Em vídeo, Jones rebate: ‘É minha carreira, não de vocês’
Presidente do UFC: ‘Gustafsson é o próximo da fila’
Gustafsson pede a Jones: ‘Seja homem e pare de correr’
Reunião nesta quinta define futuro de Jones, contra Gustafsson ou Cormier

Jackson interpreta a escolha de Jones como a chance de derrotar adversários diferentes, já que o norte-americano e Gustafsson já se enfrentaram, em setembro do ano passado. “Isso pode ser uma estratégia visando à carreira. Ele já venceu Gustafsson. Talvez ele esteja procurando por um desafio e não acha que Gustafsson seja o desafio que as pessoas acham que ele é. Sinceramente, eu não sei, mas pode ser que Cormier aumentaria ainda mais sua grandeza do que alguém que ele já derrotou”, opinou.

O treinador também vê os recentes episódios como uma tentativa de desmerecer o lutador. “Todo mundo está procurando de forma desesperada por uma rachadura em sua armadura. Estão desesperados, como ‘por favor, nos deixem encontrar algo de errado com o cara’”, comentou Jackson, que emendou: “Se lutarmos com Cormier, será muito duro. Gustafsson é muito duro. Independentemente do lado em que a moeda cair, não faz diferença para mim”, afirmou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments